Sexta, 30 Setembro 2022 18:56

Na Adufmat-Ssind, professora Maria Orlanda Pinassi fala sobre “Amazônia: vórtice da crise estrutural do capital” Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Nessa quinta-feira, 29/09, a Adufmat-Ssind recebeu a professora Maria Orlanda Pinassi, socióloga e livre docente pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), para debater o tema “Amazônia: vórtice da crise estrutural do capital!”. O assunto é objeto de pesquisa que está sendo desenvolvida por um grupo do qual a professora faz parte, e já compartilha de alguns dados em artigo publicado na edição mais recente da Revista Margem Esquerda (Boitempo).

“Somos uma equipe só de mulheres, dispostas a estudar duas regiões problemáticas do ponto de vista ambiental e social. Vou compartilhar com vocês algumas experiências que tive em Marabá. É uma pesquisa embrionária, e eu gostaria de ouvir vocês também, seria interessante obter esse retorno, porque são muitas informações”, explicou a docente.

De acordo com Pinassi, a Amazônia tem se mostrado uma região primordial para o Governo Bolsonaro, não porque ele tenha feito algo muito diferente do que outros governos fazem, mas pela intensidade das ofensivas praticadas nos últimos quatro anos. A militarização da Amazônia, que ocorre desde a ditadura militar, foi um dos exemplos citados pela convidada, assim como a ampliação das atividades de mineração.

O ponto de partida da análise, pontuou, é o conceito de crise estrutural do capital de István Mészáros. “Nós temos muito material. Na minha avaliação, o conceito fundamental para trabalhar esses dados, esse volume de material, é o de crise estrutural do capital, desenvolvido por Mészáros em “Para Além do Capital”. Esse conceito tem como princípio que o sistema de sociometabilismo do capital foi desenvolvido, historicamente, a partir do processo de expansão e acumulação, que é dinâmico. Nesse processo, a Amazônia parece significar a última fronteira do capital, onde ele ainda pode se expandir”, afirmou.

A professora apresentou, ainda, o Neoliberalismo como a própria crise do capital, localizando sua implementação em outras regiões do mundo e, duas décadas depois, no Brasil.

Assista, abaixo, a palestra completa da professora Maria Orlanda Pinassi na Adufmat-Ssind :

Luana Soutos

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

Ler 105 vezes Última modificação em Segunda, 03 Outubro 2022 10:22