Segunda, 05 Fevereiro 2018 14:20

 

A Diretoria no uso de suas atribuições regimentais convoca todos os sindicalizados para Assembleia Geral Ordinária a se realizar:

 

Data: 08 de fevereiro de 2018 (Quinta-feira) 

Local: AUDITÓRIO DA ADUFMAT  

Horário: às 13:30 horas com a presença mínima de 10% dos sindicalizados e às 14:00 horas, em segunda chamada, com os presentes.

 

 

Pontos de Pauta:
 
01) Informes;
02) Informes qualificado do 37ª Congresso do Andes e a Agenda de Luta do Movimento Docente - 2018;
03) Construção do Dia Nacional de Luta e Paralisações Contra a Reforma da Previdência - 19 de fevereiro;
04) Solicitação de autorização para aquisição de equipamentos e montagem de estrutura para realização de videoconferências das Assembleias Docentes;
05) Obrigatoriedade de entrega de relatório político para atividades custeadas pela ADUFMAT;
06) Solicitação de ressarcimento/pagamento de inscrição e participação do docente Waldir Bertúlio no Encontro da Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas (RSISL).

 

Cuiabá, 05 de fevereiro de 2018.

Reginaldo Silva de Araujo
Presidente / ADUFMAT SSind

 

Quinta, 07 Dezembro 2017 19:38

 

 

Dez delegados e dois suplentes representarão os docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no 37º Congresso do ANDES – Sindicato Nacional, entre os dias 22 e 27/01 do próximo ano, em Salvador - BA. A escolha da delegação foi realizada em assembleia geral realizada na tarde dessa quinta-feira, 07/12, no auditório da Adufmat – Seção Sindical do ANDES-SN em Cuiabá.

 

“O Congresso do ANDES é o espaço de avaliação e deliberação mais importante para os docentes do país, porque é onde a categoria decide a atuação e as ações em defesa da universidade pública e dos direitos sociais e trabalhistas. O próximo Congresso deve ser muito importante, diante do cenário político e das últimas cenas que assistimos com relação a organização da classe trabalhadora”, disse o presidente da Adufmat-Ssind, Reginaldo Araújo.

 

A plenária definiu que a delegação teria, no máximo, 15 pessoas, representando os três campi representados pelo sindicato - sendo 10 o número de delegados da entidade, por direito, e outros 5 suplentes/ observadores. A partir da demonstração de interesse dos candidatos, ficou definido que os delegados serão os docentes Reginaldo Araújo (indicado pela diretoria), Alair Silveira, Qelli Rocha, Tomás Boaventura, Eliel Ferreira, Ivna Nunes, Onice Dall'Oglio, Waldir Bertúlio, Maurício Guedes e Lélica Lacerda. Os professores Maurício Couto e Rosaline Lunardi foram os únicos candidatos à suplentes. De acordo com as regras, em caso de alguma ocorrência, eles poderão assumir a posição de delegados, respeitando a condição de primeira e segunda suplência, conforme deliberado em assembleia: Lunardi e Couto, respectivamente.   

 

Outros debates

 

No início da assembleia, a categoria entendeu a necessidade de incluir, como ponto de pauta, uma discussão para avaliar as atividades realizadas na universidade no dia 05/12. De modo geral, as análises foram positivas, indicando que o deslocamento para alguns lugares da instituição funciona bem para estreitar o diálogo com a comunidade acadêmica.

 

Nesse sentido, o professor Maelison Neves, atual vice-presidente do sindicato, destacou que a participação de toda a categoria é fundamental. “A diretoria é formada por sete pessoas, que mantém suas funções na universidade, para além do trabalho sindical. Portanto, o trabalho de base precisa ser feito por toda a categoria, e não somente pelos diretores. A participação de professores da base foi fundamental nas atividades da última terça-feira”, disse o docente.

 

Como encaminhamentos desse ponto de pauta, a categoria decidiu pela elaboração de um Plano de Comunicação no início de 2018, com a possibilidade de pensar uma rádio comunitária na sede da Adufmat-Ssind; elaborar materiais de agitação que possam ser usados em mobilizações diversas; formar uma comissão para dialogar com a Central Sindical Popular (CSP) Conlutas sobre o estabelecimento de uma regional em Mato Grosso; construir junto a outros movimentos sociais um espaço para a realização de uma análise de conjuntura mais ampla; realizar mesas de debates em espaços da UFMT mais vezes, sem necessariamente atender a uma agenda de mobilização.

 

Também foi incluído um ponto de pauta para discussão sobre os ataques à autonomia da universidade, a partir das ações arbitrárias e agressivas, como as registradas no Pará – em que uma pesquisadora foi agredida fisicamente e impedida de realizar um debate sobre a questão da mineração na região -, e as prisões em Minas Gerais e Santa Catarina, entre outros. Após discussão, a plenária decidiu dar ampla publicidade à nota emitida pelo ANDES – SN nessa quinta-feira, e organizar um debate com servidores que tenham sofrido ataques e perseguições políticas.

 

Luana Soutos

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

  

 

 

Segunda, 04 Dezembro 2017 10:31

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO
ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ADUFMAT- Ssind

 

A Diretoria no uso de suas atribuições regimentais convoca todos os sindicalizados para Assembleia Geral Extraordinária a se realizar:

 
Data:  07 de dezembro de 2017 (Quinta-feira)
 
Local: AUDITÓRIO DA ADUFMAT
 
Horário: às 14:00  horas com a presença mínima de 10% dos sindicalizados e às 14:30  horas, em segunda chamada, com os presentes.
 

PAUTA:

1) Informes;
2) Escolha de delegados/suplentes para o 37º Congresso do ANDES/Sindicato Nacional.

 
 

Cuiabá, 04 de dezembro de 2017.

Segunda, 04 Dezembro 2017 08:21

 

Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária

ADUFMAT- SEÇÃO SINDICAL DO ANDES

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso - ADUFMAT- SEÇÃO SINDICAL DO ANDES (Sindicato Nacional do Docentes do Ensino Superior), pessoa jurídica de direito privado, fundada em 05 de dezembro de 1978, tendo por deliberação da Assembleia Geral, realizada durante o 1º Encontro de Professores da ADUFMAT, em 03 de agosto de 1990, constituído-se em Seção Sindical, instância organizativa e deliberativa territorial do ANDES- Sindicato Nacional, vem através de sua diretoria no uso de suas atribuições regimentais e por decisão da Assembleia Geral Extraordinária ocorrida no dia 24 de novembro de 2017, convocar todos os sindicalizados para Assembleia Geral Extraordinária com único ponto de pauta:

1) Discutir e aprovar mudanças no Regimento da ADUFMAT-SSind.

 

Datas e horários: 08 de dezembro de 2017, a partir das 8hs; e 09 de dezembro de 2017, a partir 08h.

Local: Auditório da ADUFMAT/Campus Universitário Gabriel Novis Neves – UFMT/Cuiabá.

 

 

Cuiabá, 01 de dezembro de 2017

 

 

 

 

Reginaldo Silva de Araujo

Presidente da ADUFMAT-SSIND

Quarta, 29 Novembro 2017 15:20

EDITAL DE CONVOCAÇÃO
ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ADUFMAT- Ssind

 

A Diretoria no uso de suas atribuições regimentais convoca todos os sindicalizados para Assembleia Geral Extraordinária a se realizar:

 
Data:  01 de dezembro de 2017 (sexta-feira)
 
Local: AUDITÓRIO DA ADUFMAT
 
Horário: às 14:00  horas com a presença mínima de 10% dos sindicalizados e às 14:30  horas, em segunda chamada, com os presentes.
 


PAUTA:

1) Informes;
2) Conjuntura Política;
3) Construção da Greve Nacional para o dia 05 de dezembro de 2017.


 
 

Cuiabá, 29 de novembro de 2017
 

 
Reginaldo Silva de Araujo

Presidente / ADUFMAT SSind

 

Segunda, 27 Novembro 2017 19:43

 

Há trinta anos os docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) não mexiam no documento que orienta o sindicato da categoria, o Regimento da Adufmat – Seção Sindical do ANDES. Mas a partir da dedicação e do intenso trabalho dos sindicalizados, da base e da diretoria, esse importante movimento teve início na última semana, em assembleias realizadas nos dias 23 e 24/11, e vai continuar nos dias 08 e 09/12, às 8h, em nova assembleia geral que será convocada pela entidade.

 

Com todas as transformações da profissão e do trabalho nessas três décadas, adequar o Regimento do sindicato se tornou uma grande demanda. Mas foi durante a greve de 2015 que essa necessidade se mostrou mais urgente, de acordo com o histórico apresentado pela Comissão de Atualização do Regimento. “Durante a greve de 2015, a readequação do documento foi pontuada várias vezes. Logo depois da greve, formamos a comissão responsável e trabalhamos nisso desde então”, disse o professor Maelison Neves, membro da comissão e, atualmente, vice-presidente da Adufmat-Ssind.

 

Uma das grandes preocupações da categoria é a ampliação da democracia sindical, garantindo o direito de voz e voto dos docentes sindicalizados do interior, sem a obrigatoriedade de deslocamento. Conforme a minuta apresentada (disponível para download no arquivo anexo abaixo), a possibilidade de realizar as assembleias gerais com transmissão simultânea nas subseções sindicais, viabilizando as intervenções e contagem de votos de todos os sindicalizados em tempo real já pode ser considerada uma realidade.

 

“A atualização do Regimento não é um mero procedimento burocrático, mas um instrumento político importante para intensificar a mobilização da categoria, ampliando a democracia, para que os debates ocorram de forma ampla. É uma preparação da Adufmat-Ssind, diante do cenário da multicampia, para enfrentar a precarização e os ataques aos servidores públicos, à carreira docente, à universidade a aos direitos dos trabalhadores”, avaliou o vice-presidente do sindicato, destacando que, desde a primeira formação da comissão, no final de 2015, representantes dos campi da UFMT em Cuiabá, Sinop e Araguaia se uniram para pensar essa importante tarefa.

 

“Nós queremos fazer parte da luta, discutir e decidir sobre as questões da categoria, mas fica difícil tendo que viajar durante horas todas as vezes”, afirmou a professora Clariana Silva, representante sindical em Sinop.

 

De acordo com o professor Deyvisson da Costa, representante sindical no Araguaia, os docentes do campus recebem com muito entusiasmo as alterações. "Nós acreditamos que entidade será mais plural, participativa e, especialmente, muito mais democrática. Desde que ingressei na UFMT, há oito anos, essa é uma demanda dos companheiros do interior. Certamente, um momento histórico para a Adufmat-Ssind, e a representação do Araguaia está muito satisfeita e orgulhosa por ter participado", afirmou o docente.  

 

Durante a assembleia, os professores lembraram, ainda, que a participação efetiva da categoria lotada no interior do estado foi amplamente debatida durante a última campanha eleitoral para escolha da diretoria da entidade, e assumida como compromisso pelas chapas concorrentes.

 

Nas assembleias realizadas nos dias 23 e 24/11, os professores conseguiram avançar no debate e aprovação da minuta até o final do Artigo 15º. Nas próximas assembleias, cujas datas (08 e 09/12) foram escolhidas pelos presentes na tarde do dia 24/11, a discussão será retomada a partir da Seção II, Artigo 16º - Da Diretoria-, ponto em que a minuta apresentada pela Comissão de Atualização do Regimento traz mais uma alteração importante, propondo que a diretoria da Adufmat-Ssind deixe de ser presidencialista e passe a ser colegiada.

 

A diretoria do sindicato ressalta que a participação de todos os sindicalizados é fundamental nesse momento de reorganização da luta política na UFMT.

 

O texto aprovado e modificado a partir das discussões nas assembleias será divulgado na íntegra após a aprovação total do Regimento.   

 

 

Luana Soutos

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

 

 

Segunda, 13 Novembro 2017 17:29

 

ADUFMAT- SEÇÃO SINDICAL DO ANDES

 

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso - ADUFMAT- SEÇÃO SINDICAL DO ANDES (Sindicato Nacional do Docentes do Ensino Superior), pessoa jurídica de direito privado, fundada em 05 de dezembro de 1978, tendo por deliberação da Assembleia Geral, realizada durante o 1º Encontro de Professores da ADUFMAT, em 03 de agosto de 1990, constituído-se em Seção Sindical, instância organizativa e deliberativa territorial do ANDES- Sindicato Nacional, vem através de sua diretoria no uso de suas atribuições regimentais, convocar todos os sindicalizados para Assembleia Geral Extraordinária com único ponto de pauta:

 

1) Discutir e aprovar mudanças no Regimento da ADUFMAT-SSind.

 

Datas e horários: 23 de novembro de 2017 a partir das 14h; e 24 de novembro de 2017 a partir 08h.

Local: Auditório da ADUFMAT/Campus Universitário Gabriel Novis Neves – UFMT/Cuiabá.

 

 

Cuiabá, 13 de novembro de 2017

 

 

Reginaldo Silva de Araujo

Presidente da ADUFMAT-SSIND

 

Clique aqui para acessar o Regimento atual.

A minuta que será apresentada na assembleia está disponível para download no arquivo anexo abaixo. 

 

Obs: Os docentes que precisarem de espaço para crianças no período da assembleia devem entrar em contato com o sindicato por meio do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., ou telefones (65) 99686-8732 | (65) 4104-0656 | (65) 4104-0548, informando os nomes da criança e dos responsáveis, contato telefônico e idade da criança.    

Sexta, 03 Novembro 2017 16:17

A Diretoria no uso de suas atribuições regimentais convoca todos os sindicalizados para Assembleia Geral Ordinária a se realizar:

 
Data:  08 de novembro de 2017 (quarta-feira)
 
Local: AUDITÓRIO DA ADUFMAT-Ssind
 
Horário: às 8h com a presença mínima de 10% dos sindicalizados e às 8h30, em segunda chamada, com os presentes.
 

PAUTA:

1) Informes;
2) Conjuntura política;
3) Mobilização para a construção da Greve Geral no dia 10/11;
4) Contribuição solidária com as despesas do funeral da servidora da Adufmat-Ssind no Araguaia.


 
 

Cuiabá, 03 de novembro de 2017
 

 
Reginaldo Silva de Araujo
Presidente / ADUFMAT SSind

 

Quarta, 18 Outubro 2017 09:35

 

 

A Diretoria da ADUFMAT-Ssind convoca todos os sindicalizados para Assembleia Conjunta Extraordinária com os Técnicos Administrativos (SINTUF) a se realizar:

 
Data:  19 de outubro de 2017 (quinta-feira)
 
Local: AUDITÓRIO DA ADUFMAT
 
Horário: às 08:00  horas com a presença mínima de 10% dos sindicalizados e às 08:30  horas, em segunda chamada, com os presentes.
 


PAUTA:

1) Informes;
2) Reajuste do Plano de Saúde Unimed.

 
 

Cuiabá, 17 de outubro de 2017

 

Quarta, 13 Setembro 2017 11:28

 

 

A Adufmat-Ssind retifica a informação publicada no dia 11/09, de que a decisão de Assembleia Geral foi aderir à paralisação nacional dessa quinta-feira, 14/09. A deliberação correta da categoria na referida assembleia foi agregar às atividades programadas pela comunidade acadêmica no dia nacional de protestos. A concentração será às 7h, na guarita da Fernando Correa da Costa.  

 

Segue, abaixo, a matéria retificada.

 

DOCENTES DA UFMT INDICAM PARTICIPAÇÃO NOS ATOS DA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA, DIA 14/09 E DEBATEM OUTRAS QUESTÕES EM ASSEMBLEIA GERAL

 

Em assembleia geral realizada nessa segunda-feira, 11/09, docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) decidiram indicar a participação dos docentes nos atos da próxima quinta-feira, dia 14/09, construindo atividades conjuntas com estudantes e técnicos administrativos da instituição. O ato, cuja concentração será às 7h na guarita da Fernando Correa da Costa, tem objetivo de marcar a posição dos trabalhadores na defesa dos serviços públicos, duramente atacados pelo Governo Temer.  

 

A categoria avaliou, após o debate de análise de conjuntura, que a mobilização é necessária, diante das inúmeras investidas dos governos, federal e estaduais, pela privatização das universidades, demissão dos servidores, e retirada dos direitos trabalhistas e sociais da população. Durante a discussão, os docentes refletiram sobre o momento político do país, o processo de desconstrução do interesse das pessoas pelo debate político e a desvalorização do público, além dos desafios colocados para construir uma unidade popular para enfrentar esse cenário. “O que nós estamos vendo é a concretização de um projeto de sociedade, que ataca o público há pelo menos vinte anos no Brasil”, disse o presidente da Adufmat - Seção Sindical do ANDES, Reginaldo Araújo.    

 

Como alternativas para desconstruir o esvaziamento político, os docentes também decidiram intensificar a divulgação do papel e das contribuições sociais das universidades públicas, e a realização de um levantamento nos institutos da UFMT, identificando as condições e precarização causada pela intensa retirada de recursos das áreas de Educação e Pesquisa.

 

Outras propostas sobre a atuação do sindicato em outras esferas sociais, organização e a relação com a administração da universidade serão retomadas em uma nova assembleia.

 

Na assembleia dessa segunda-feira, os docentes elegeram ainda, conforme edital de convocação, quatro delegados para representar a categoria no 3º Congresso Nacional da CSP-Conlutas, que será realizado em Sumaré, interior de São Paulo, entre os dias 12 e 15/10. Para isso, a diretoria teve de renegociar a contribuição com a Central, atrasada nos últimos anos. “Nós conseguimos a anistia de grande parte do que devíamos e parcelamos as contribuições desde o início desse ano”, explicou a tesoureira do sindicato, Alair Silveira.

 

Representarão os docentes da UFMT no 3º Congresso os professores Alair Silveira, Maelison Neves, Waldir Bertúlio e Reginaldo Araújo como delegados, e o professor Tomás Boaventura como primeiro suplente.

 

Os docentes discutiram e aprovaram também, a partir de um pedido de inclusão de pauta, a participação da Seção Sindical no XIX Encontro Nacional de Assuntos de Aposentadoria do ANDES Sindicato Nacional, nos dias 29 e 30/09. Após a exposição sobre o trabalho realizado pelo Grupo de Trabalho Seguridade e Assuntos de Aposentadoria (GTSSA) da Adufmat-Ssind, foi encaminhado que a professora Maria Clara Weiss será a representante da categoria, e a possibilidade do próprio GT indicar mais um nome nos próximos dias.   

 

No início da assembleia, a plenária solicitou ainda a inclusão de debates e deliberações sobre outros dois pontos: as denúncias do ex-governador, Silval Barbosa, que envolvem representantes públicos de Mato Grosso, registradas em vídeo, e recursos para garantir os 28,86% a quem não está recebendo. Nesse sentido, foi encaminhado que o sindicato fará uma nota solicitando apuração rigorosa dos fatos denunciados por Barbosa, e novas ações jurídicas e políticas para pressionar a administração a garantir o direito de todos ao percentual, conforme determinação da Justiça.

 

Durante o espaço reservado para informes, no início da assembleia, a diretoria da Adufmat-Ssind falou sobre a coleta de informações e produção de matéria jornalística que será publicada nos próximos dias, sobre a situação de trabalhadores rurais no interior do estado de Mato Grosso, lamentou o assassinato de um casal de trabalhadores em Nossa Senhora do Livramento, convidou a categoria para a 2ª Feira do Livro que será realizada no dia 19/09, e fez o informe qualificado sobre a participação no Seminário Integrado do Grupo de Trabalho de Política de Classe para questões Étnico-raciais, de Gênero e Diversidade (GTPCEGDS), realizado em Pelotas nos dias 24, 25 e 26/08.

 

Docentes da base do sindicato também informaram sobre a participação na Jornada de Lutas dos Aposentados realizada no final de agosto, sobre as discussões do GT de Ciência e Tecnologia no Seminário Integrado de Pelotas, e sobre as condições precárias dos médicos professores da UFMT em Rondonópolis, a partir da utilização de contratos de gestão por meio de consórcio.

 

 

Luana Soutos

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind