Quarta, 10 Abril 2019 14:30

 

Em assembleia geral realizada na tarde dessa terça-feira, 09/04, a direção da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso – Seção Sindical do ANDES-SN (Adufmat-Ssind) foi entregue à gestão Luto Pela Universidade Pública!, eleita no último dia 20 para coordenar as atividades do sindicato pelos próximos dois anos.

 

Formada por nove docentes de áreas diversas (clique aqui para conhecer a nova diretoria), o principal objetivo do grupo é fortalecer a unidade da categoria, realizando trabalho de base e aproximando os professores do sindicato. “Nesse momento tão adverso, nós precisamos construir resistência juntos. E não adianta só o esforço da diretoria, nós temos de existir juntos. Separados seremos facilmente esmagados”, disse a coordenadora de Imprensa eleita, Lélica Lacerda.

 

A diretora geral adjunta, Quellen Barcelos, falou, emocionada, que está aprendendo a exercer a docência ao mesmo tempo em que conhece os espaços de luta. “Eu quero exercer a docência da melhor forma possível, e o sindicato me faz acreditar que é possível ser feliz no trabalho, em cada pesquisa realizada, a cada aula ministrada. E, para os meus colegas do campus de Sinop, quero dizer que nada disso terá sentido se vocês não estiverem comigo”, afirmou.

 

Os representantes eleitos no campus de Araguaia, que estiveram presentes na posse, em Cuiabá, saudaram a todos e compartilharam um pouco das dificuldades locais. “Não foi fácil construir a chapa, mas nós assumimos um compromisso de honra para não deixar a subseção do Araguaia fechar”, disse a docente Graziele Pena, ao lado do professor Eliel Ferreira. O professor Frederico Guirra, também eleito para representar os docentes do Araguaia, não pode participar da cerimônia.  

 

Por vídeo conferência, os representantes eleitos em Sinop também se apresentaram e reafirmaram a parceria com a nova gestão com o propósito de fortalecer o sindicato. Participaram da transmissão ao vivo os docentes eleitos Gerdine Sanson, Gustavo Canale, Arlindo Machado Neto e Fábio Borges.   

 

Diante da categoria e de representantes de entidades próximas, como Sindicato dos Trabalhadores Técnicos Administrativos da UFMT (Sintuf/MT), Fórum Mato-grossense de Maio Ambiente e Desenvolvimento (Formad), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), Centro Burnier Fé e Justiça, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Levante Popular da Juventude, Consulta Popular, além de professores da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e representantes do Movimento Estudantil, os novos coordenadores ressaltaram a importância histórica da Adufmat-Ssind e da necessária solidariedade entre os trabalhadores na atual conjuntura.    

 

Sentido

 

O primeiro discurso do coordenador geral da Adufmat-Ssind, Aldi Nestor, emocionou a todos. De forma simples e profundamente humana, o professor falou sobre a importância do sindicato e os sentidos da luta dos trabalhadores e da própria universidade.

 

O relato pessoal, quase em formato de conto, mais do que falar, provocou algo raro numa sociedade praticamente atônita: o exercício do sentir; do sentido. “Nosso trabalho precisa ser feito de outra forma, a gente precisa existir!”, afirmou o docente, aplaudido de pé ao final.

 

Clique na imagem abaixo para assistir o discurso na íntegra:

 

 

 

 Prestação de Contas

Como a assembleia dessa terça-feira foi a última coordenada pela gestão “Adufmat de Luta, Autônoma e Democrática”, os diretores apresentaram um extenso relatório das atividades desenvolvidas ao longo dos últimos dois anos.

 

O Jornal da Adufmat-Ssind de Abril de 2019 traz um pouco dos dados políticos apresentados, e os dados financeiros também estão disponíveis na página da sindicato, no menu Comunicação/Prestação de Contas (clique aqui).

 

Resolução 158

 

Os professores incluíram na pauta, no início da assembleia, a discussão sobre a Resolução 158/10, que dispõe sobre as atividades docentes. Isso porque o sindicato recebeu a informação de que a Reitoria da UFMT deve retomar as discussões sobre o tema no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), e a categoria teme que os avanços acerca do ponto de pauta sejam ignorados.

 

Ao final do debate, ficou decidido que os professores Roberto Boaventura e Dorival Gonçalves farão um documento para demarcar a preocupação, lembrando que entre 2016 e 2017, a Adufmat-Ssind pautou a discussão com a categoria, realizando debates em Cuiabá, Sinop e Araguaia para construir, de forma democrática, uma Resolução alternativa à apresentada pela administração na época.  

 

Conselho Fiscal

 

A primeira tarefa da nova diretoria, em assembleia, foi formar o Conselho Fiscal para o biênio 2019-2021. Se colocaram à disposição e foram eleitos os docentes Vinícius Santos, Dorival Gonçalves e Frederico Lopes (como titulares) e Alair Silveira e Einstein Aguiar (como suplentes).

 

 

GALERIA DE IMAGENS

 

 

Luana Soutos

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

Quarta, 20 Fevereiro 2019 14:06

 

A Comissão Eleitoral responsável pelo processo de escolha da diretoria da Adufmat-Seção Sindical do ANDES-SN, que conduzirá os trabalhos da entidade pelos próximos dois anos, decidiu homologar, em reunião realizada na manhã dessa quarta-feira, 20/02, a única chapa inscrita até o final do prazo regimental.

 

A chapa “Luto pelo Universidade Pública” registrou a candidatura por volta das 16h50 de terça-feira (19) e é formada pelos docentes Aldi Nestor de Souza, do Departamento de Matemática (diretor geral), Quellen de Lima Barcelos, do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais de Sinop (diretora geral adjunta), Elvis Lira da Silva, do Departamento de Física (diretor secretário), Maelison Neves, do Departamento de Psicologia/NEAD (segundo diretor secretário), Maria Luzinete Vanzeler, do Departamento de Medicina (diretora para assuntos de aposentadoria e seguridade social), Djeison Benetti, também da Matemática (diretor tesoureiro), Liliane Capilé Charbel Novais, do Departamento de Serviço Social (segunda diretora tesoureira), Lélica Elis Lacerda, também do Departamento de Serviço Social (diretora de comunicação) e Armando Wilson Tafner Junior, do Departamento de Economia (diretor de assuntos socioculturais).

 

O grupo participará, conforme Regimento, dos debates organizados pela Comissão Eleitoral em todos os campi representados pela Adufmat-Ssind, para dialogar com os sindicalizados sobre suas propostas para o biênio 2019-2021.

 

A eleição será no dia 20/03, e a relação de sindicalizados aptos a votar já está disponível para consulta, clique aqui.  

    

Além dos membros da chapa, outros docentes e estudantes que apoiam o grupo participaram do momento da inscrição, e comemoraram após a confirmação da entrega de toda a documentação necessária.

 

Mais informações sobre o processo eleitoral para escolha da diretoria do sindicato, estão disponíveis no Regimento Interno da Adufmat-Ssind e também no Regimento Eleitoral, aprovado na assembleia geral da categoria no dia 12/02/19.  

 

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

 

Segunda, 18 Fevereiro 2019 11:15

 

A Comissão Eleitoral da Adufmat-Ssind divulga lista de sindicalizados aptos a votar para escolha da próxima diretoria do sindicato, biênio 2019-2021. A eleição será no dia 20/03. 

Os sindicalizados que, por ventura, não estiverem na lista, devem procurar o sindicato até às 17h da próxima quarta-feira, 20/02, para regularizarem eventuais pendências. 

O contato poderá ser feito pessoalmente, na sede, em Cuiabá, por meio dos telefones (65) 99686-8732 e (65) 3615-8293, ou ainda pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

A lista também está a disposição para donwload no arquivo anexo abaixo. 

Lista de Docentes Sindicalizados(as) Aptos(as) a Votar para Direção da ADUFMAT-S.Sind. do ANDES-SN no dia 20 de março de 2019
1 ABDON SALAM KHALED KARHAWI
2 ABEL SANTOS ANJOS FILHO
3 ABILIO CAMILO FERNANDES NETO
4 ABNER ALVES BORGES FARIA
5 ACLYSE DE MATTOS
6 ADALBERTO FERREIRA DA SILVA
7 ADALBERTO JORGE FELIX
8 ADALBERTO NOVAES SILVA
9 ADAO FERREIRA DA SILVA
10 ADARCY SIQUEIRA PAIVA MIGUEZ
11 ADAUTO HERCULANO MACHADO
12 ADEJA DE AQUINO
13 ADELINA APARECIDA FRANCISCA FERREIRA
14 ADELSON JOEL DA SILVA
15 ADEMAR GARCIA
16 ADEMIR COUTINHO SILVA
17 ADENIL DA COSTA CLARO
18 ADENILDA CRISTINA HONORIO FRANCA
19 ADILSON ANTONIO BERLATTO
20 ADILSON PAULO SINHORIN
21 ADMA REBELO DE MORAES
22 ADMAR JUNIOR COLETTI
23 ADMUR SEVERINO PAMPLONA
24 ADNAUER TARQUINIO DALTRO
25 ADOLPHO EURIPEDES D OLIVEIRA E SILVA
26 ADONIAS GOMES DE ALMEIDA
27 ADRIANA ALONSO NOVAIS
28 ADRIANA BORSA
29 ADRIANA DE OLIVEIRA RANGEL DE MATTOS
30 ADRIANA DOS SANTOS CAPARROZ CARVALHO
31 ADRIANA ELOA BENTO AMORIM
32 ADRIANA GARCIA DO AMARAL
33 ADRIANA QUEIROZ DO NASCIMENTO PINHORATI
34 ADRIANO ALVES JORGE
35 ADRIANO BUENO KURLE
36 ADRIANO BUZUTTI DE SIQUEIRA
37 ADRIANO MARCOS RODRIGUES FIGUEIREDO
38 AFONSO LODOVICO SINKOC
39 AFRANIO KAZUO FUKASE
40 AFRANIO MOTTA FILHO
41 AGEO MARIO CANDIDO DA SILVA
42 AGUEDA APARECIDA DA CRUZ BORGES
43 AIDA COUTO DINUCCI BEZERRA
44 AILTON JOSE SEGURA
45 AILTON JOSE TEREZO
46 ALAIR BRITO CAMPOS
47 ALAIR SUZETI DA SILVEIRA
48 ALAN NOGUEIRA DA CUNHA
49 ALBA REGINA SILVA MEDEIROS
50 ALBACETE SANTANA LOPES
51 ALBERICO ROCHA LIMA
52 ALBERTO DORVAL
53 ALBERTO RODRIGUES DALMASO
54 ALBERTO SEBASTIAO DE ARRUDA
55 ALCEBIADES DO ESPIRITO SANTO
56 ALCEU VIDOTTI
57 ALCIDES TEIXEIRA DA SILVA
58 ALDA BEATRIZ DE FIGUEIREDO
59 ALDA REGINA DE OLIVEIRA BRUNO
60 ALDECY DE ALMEIDA SANTOS
61 ALDENAN LIMA RIBEIRO
62 ALDI NESTOR DE SOUZA
63 ALDO ASSUNCAO DA CUNHA
64 ALESSANDRA CRISTINA DOS SANTOS
65 ALESSANDRA KATAOKA
66 ALESSANDRO FLAVIANO DE SOUZA
67 ALEXANDRE CUNHA RIBEIRO
68 ALEXANDRE KONIG GARCIA PRADO
69 ALEXANDRE LUIS CESAR
70 ALEXANDRE MARTINS DOS ANJOS
71 ALEXANDRE PINTO RIBEIRO
72 ALEXANDRE SILVA ABIDO
73 ALEXANDRE TAVOLONI JUNIOR
74 ALFREDO DA MOTA MENEZES
75 ALFREDO JOSE LOPES COSTA
76 ALI YASSIN
77 ALICE GUIMARAES BOTTARO DE OLIVEIRA
78 ALICE MARIA TEIXEIRA DE SABOIA
79 ALICIO ALVES PINTO
80 ALINE CARLOS DE OLIVEIRA FREITAS
81 ALINE FERNANDES PONTES PIRES
82 ALLAN GONCALVES DE OLIVEIRA
83 ALMIR CESAR FERREIRA CAVALCANTI
84 ALOISIA DA SILVA RONDON
85 ALOISIO BIANCHINI
86 ALTEREDO OLIVEIRA CUTRIM
87 ALUISIO BRIGIDO BORBA FILHO
88 ALVARO PIZZATO QUADROS
89 ALVINO FRANCISCO DA SILVA FILHO
90 ALZIRA DE OLIVEIRA
91 AMAILSON  SANDRO DE  BARROS
92 AMANDA FINGER
93 AMARILDO SALINA RUIZ
94 AMAURY TEREZINO SANTOS FASSY
95 AMAZONAS CHAGAS JUNIOR
96 AMELIA LUCIA NEVES PEREIRA LEITE
97 AMIL THEREZINHA OLIVEIRA DE ASSIS E SILVA
98 ANA ANTONIA DE ASSIS PETERSON
99 ANA ARLINDA DE OLIVEIRA
100 ANA CAROLINE PINHEIRO VOLP
101 ANA CARRILHO ROMERO GRUNENNVALDT
102 ANA CLAUDIA DANTAS DA COSTA
103 ANA DALVA MARTINS TOLEDO RESENDE
104 ANA LUCIA FIGUEIREDO DALL ORTO
105 ANA LUCIA SARTORI
106 ANA LUISA ALVES CORDEIRO
107 ANA LUIZA DE CARVALHO ARAUJO
108 ANA MARIA CERA CARDOSO
109 ANA MARIA COELHO BEZERRA MARTINS
110 ANA MARIA DE MORAES DUARTE
111 ANA MARIA MARQUES
112 ANA MARIA NUNES DA SILVA
113 ANA PAULA DE SOUZA
114 ANA PAULA MEIRA SOARES PEREIRA
115 ANA PAULA MURARO
116 ANA PAULA SACCO
117 ANA PAULA SILVA TON
118 ANA RAFAELA PECORA
119 ANA RUBIA DE CARVALHO BONILHA SILVA
120 ANA VERA RAPOSO DE MEDEIROS
121 ANAJDE LEMES DO PRADO
122 ANDERSON CASTRO SOARES DE OLIVEIRA
123 ANDERSON CORASSA
124 ANDERSON LANGE
125 ANDERSON MARTINEZ SANTANA
126 ANDERSON ROBERTI DOS REIS
127 ANDERSON SIMAO DUARTE
128 ANDRE BRITO CORREA
129 ANDRE FERREIRA DO NASCIMENTO
130 ANDRE KRINDGES
131 ANDRE LUIS RIBEIRO LACERDA
132 ANDREA FERRAZ FERNANDEZ
133 ANDREIA CRISTINA RODRIGUES TREVISAN
134 ANDREIA GENTIL BONFANTE
135 ANDRESSA MENEGAZ
136 ANDREY BARBOSA GUIMARAES
137 ANGELA CRISTINA CESAR TERZIAN
138 ANGELA CRISTINA FANZERES MONTEIRO FORTES
139 ANGELA DENARDI
140 ANGELINA DE MELO VIEIRA
141 ANGELO APARECIDO ZANONI RAMOS
142 ANGELO BARRIONUEVO GIL JUNIOR
143 ANGELO FALCAO DE FIGUEIREDO
144 ANIBAL MONTEIRO DE MAGALHAES NETO
145 ANNA LUCIA GAWLINSKI DE ARRUDA
146 ANNA MARIA PENALVA MANCINI
147 ANNELITA ALMEIDA OLIVEIRA REINERS
148 ANOR VICTORIO PASSARI
149 ANTHONY FERREIRA LAMARCA
150 ANTONIA JOSE DA SILVA
151 ANTONINA COELHO PINTO FROES
152 ANTONIO ARMANDO ULIAN DO LAGO ALBUQUERQUE
153 ANTONIO AUGUSTO ANTUNES MACIEL
154 ANTONIO BRANDT VECCHIATO
155 ANTONIO CARLOS CANDIA
156 ANTONIO CARLOS HIDALGO GERALDO
157 ANTONIO CARLOS MAXIMO
158 ANTONIO CATAULI DOS SANTOS
159 ANTONIO CEZAR SANTOS
160 ANTONIO CRISOSTOMO DO PRADO
161 ANTONIO D OLIVEIRA GONCALVES PREZA
162 ANTONIO DE ARRUDA  TSUKAMOTO FILHO
163 ANTONIO DE PADUA DA SILVA BASTOS
164 ANTONIO DE PADUA FINAZZI
165 ANTONIO DE PAULA SIQUEIRA
166 ANTONIO HUMBERTO DE OLIVEIRA
167 ANTONIO JOAO DA SILVA
168 ANTONIO JOSE DE AMORIM
169 ANTONIO LUIZ DO NASCIMENTO
170 ANTONIO RICARDO DE SOUZA
171 ANTONIO RIZZO CORREA GALVAO
172 ANTONIO SEBASTIAO DA SILVA
173 APARECIDA AUGUSTA DA SILVA
174 APARECIDA FATIMA CAMILA REIS
175 AQUILES LAZZAROTTO
176 AQUILES LEITE NASCIMENTO
177 AQUILES SANDANIELO
178 ARCEMY SLOMOSZYNSKI
179 ARESTIDES MASSAO NACHI
180 ARGON NORBERTO HACHMANN
181 ARISTIDES DA SILVA
182 ARLAN DE AZEVEDO FERREIRA
183 ARLEANA DO BOM PARTO FERREIRA DE ALMEIDA
184 ARLENES SILVINO DA SILVA
185 ARLETE BENEDITA DE OLIVEIRA
186 ARLINDO DE PAULA MACHADO NETO
187 ARMANDO WILSON TAFNER JUNIOR
188 ARNULFO BARROSO DE VASCONCELLOS
189 AROLDO GONCALO DE ARRUDA
190 ARTAMIZIA MARIA NOGUEIRA MONTEZUMA
191 ARTEMIS AUGUSTA MOTA TORRES
192 ARTHUR AUGUSTO NOGUEIRA BORGES
193 ARTHUR BEHLING NETO
194 ARTHUR OCTAVIO MONTEIRO
195 ARTUR LUIS BESSA DE OLIVEIRA
196 ARTURO ALEJANDRO  ZAVALA ZAVALA
197 ATASIANO ALVES DA SILVA
198 AUBERTO JOSE BARROS SIQUEIRA
199 AUDELINO MARQUES DA SILVA
200 AUGUSTO CESAR MARQUES DOS SANTOS
201 AUGUSTO FREDERICO MULLER JUNIOR
202 AUREA CAVALCANTE SANTANA
203 AUREA CHRISTINA DE PAULA CORREA
204 AURELIA DOMINGAS DE OLIVEIRA FIGUEIREDO
205 AURELINA AIDE DO CARMO
206 AURITA DE OLIVEIRA
207 AVILO ROBERTO MAGALHAES
208 AYLSON COSTA OLIVEIRA
209 AYRDES BENEDITA DUARTE DOS ANJOS PIVETTA
210 BARBARA CORTELLA PEREIRA DE OLIVEIRA
211 BARBARA LUISA CORRADI PEREIRA
212 BARTIRA MENDES GORGULHO
213 BARTOLOMEU JOSE RIBEIRO DE SOUSA
214 BEATRIZ SORRENTINO  MARQUES
215 BEATRIZ TEREZINHA TRIGUEIRO FIGUEIREDO
216 BELENI SALETE GRANDO
217 BENEDITO ALBUQUERQUE DA SILVA
218 BENEDITO ANTONIO GUIMARAES
219 BENEDITO ANTUNES DE ALMEIDA
220 BENEDITO BARBOSA DE SOUZA
221 BENEDITO DIAS PEREIRA
222 BENEDITO DIELCIO MOREIRA
223 BENEDITO LUIZ FIGUEIREDO
224 BENEDITO PEDRO DORILEO
225 BENEDITO SOARES FERREIRA
226 BENEDITO ZACARIAS DA SILVA
227 BIANCA BORSATTO GALERA
228 BISMARCK CASTILLO CARVALHO
229 BISMARCK DUARTE DINIZ
230 BOLANGER JOSE DE ALMEIDA
231 BRAULINA SILVA MORBECK
232 BRAULIO PRATES SILVEIRA
233 BRENO RICARDO GUIMARAES SANTOS
234 BRUNA HINNAH BORGES MARTINS DE FREITAS
235 BRUNA TELES SOARES BESENA
236 BRUNO ANTONIO MARINHO SANCHESZ
237 BRUNO BERNARDO DE ARAUJO
238 BRUNO PINHEIRO RODRIGUES
239 CAMILA BRANCA  VENAZZI
240 CAMILA SALLES DE FARIA
241 CANDIDA SOARES DA COSTA
242 CANDIDO MOREIRA RODRIGUES
243 CARBENE FRANCA LOPES
244 CARLA CRISTINA ROSA DE ALMEIDA
245 CARLA GABRIELA WUNSCH
246 CARLA MARQUES RONDON CAMPOS
247 CARLA RAFAELA TEIXEIRA CUNHA
248 CARLA REGINA ANDRIGHETTI
249 CARLA REITA FARIA LEAL
250 CARLOS ALBERTO CASTRO
251 CARLOS ALBERTO DE SOUZA GONDIM
252 CARLOS ALBERTO EILERT
253 CARLOS ALBERTO METELO
254 CARLOS ALBERTO ROSA
255 CARLOS ALEXANDRE FETT
256 CARLOS ALEXANDRE HABITANTE
257 CARLOS AMERICO BERTOLINI
258 CARLOS ANTONIO DORNELLAS
259 CARLOS ANTONIO MACIEL DE MORAIS
260 CARLOS CANEPPELE
261 CARLOS CESAR BREDA
262 CARLOS EDUARDO AMARAL PAIVA
263 CARLOS EDUARDO MIRANDA DE BARROS
264 CARLOS EDUARDO PEREIRA DOS SANTOS
265 CARLOS EDUARDO RONDON
266 CARLOS EDUARDO SOUZA DE CARVALHO
267 CARLOS EMILIO ALVES LOPES
268 CARLOS HUMBERTO DA SILVA
269 CARLOS JOSE AVELINO DE SOUZA VIEIRA
270 CARLOS MAGNO MENDES
271 CARLOS RINALDI
272 CARLOS ROBERTO SANCHES
273 CARLOS RODOLFO HORN
274 CARLOS SUETOSHI MIYAZAWA
275 CARLOS TEODORO JOSE HUGUENEY IRIGARAY
276 CARLOS UESLEI RODRIGUES DE OLIVEIRA
277 CARLOS VINICIO VIEIRA
278 CARMEN LUCIA BAGGETTI FERRAZ DE LIMA
279 CARMEN LUCIA CESAR SCHERNER
280 CARMEN LUCIA DA SILVA
281 CARMEN LUCIA SENRA ITABORAHI
282 CARMEN WOBETO
283 CAROLINA AKIE OCHIAI SEIXAS LIMA
284 CAROLINA JOANA DA SILVA
285 CAROLINE ARGENTA PESCADOR
286 CAROLINE CASSALHA SCHNEIDER SCHNEID
287 CASSIA ALDRIN DE MELLO
288 CASSIA FABIANE DOS SANTOS SOUZA
289 CASSIA MARIA CARRACO PALOS
290 CASSIA REGINA PRIMILA CARDOSO
291 CASSIA VIRGINIA COELHO DE SOUZA
292 CASSIANO SPAZIANI PEREIRA
293 CATARINA SANTANNA
294 CATIA NUNES DA CUNHA
295 CECILIA ARLENE MORAES
296 CECLIE MARIA ANTUNES BARBOSA BIANCARDI
297 CELIA ALVES BORGES
298 CELIA MARIA BARRETTO DE MELLO
299 CELIA MARIA DOMINGUES DA ROCHA REIS
300 CELINA MARIA ARAUJO TAVARES
301 CELSO LUIZ PRUDENTE
302 CERVANTES CAPOROSSI
303 CESAR RUBENS GONCALVES
304 CEZAR AUGUSTO DA SILVA FLORES
305 CEZAR AUGUSTO TEIXEIRA GOUVEA
306 CHAUKE STEPHAN
307 CHRISTINE BACCARAT DE GODOY MARTINS
308 CHRISTINE STRUSSMANN
309 CIBELE BONACORSI
310 CILCE DE ABREU
311 CILCE HELENA DE FIGUEIREDO PREZA BERTIN
312 CINIRA MELHORANCA ALBERTAO
313 CINTHIA SERENOTTI BRIGANTE
314 CLARA MAGALHAES DE SIQUEIRA BATISTELLA
315 CLARIANNA MARTINS BAICERE SILVA
316 CLARK MANGABEIRA MACEDO
317 CLAUDEMIR BATALINI
318 CLAUDIA APARECIDA MARTINS
319 CLAUDIA DA CONSOLACAO MOREIRA
320 CLAUDIA DOS REIS
321 CLAUDIA GRAZIANO PAES DE BARROS
322 CLAUDIA PEREIRA GUIMARAES AVILA
323 CLAUDIA TASSO CALLIL
324 CLAUDINELI CASSIA BUENO DA ROSA
325 CLAUDIO ALVES BENASSI
326 CLAUDIO CRUZ NUNES
327 CLAUDIO JOSE  SANTANA DE FIGUEIREDO
328 CLAUDIO LUIZ ABREU FONSECA
329 CLAUDIO MELLADO
330 CLAUDIO SANTOS DE MIRANDA
331 CLEA DE CAMPOS BORGES
332 CLEBER VIEIRA COSTA
333 CLEBERSON RIBEIRO DE JESUZ
334 CLEIDE DE GUSMAO BORGES
335 CLEISE DE OLIVEIRA SIGARINI
336 CLEOMAR FERREIRA GOMES
337 CLEONICE GOMES CHEIN
338 CLEONICE MARIA DE MIRANDA VASCONCELOS E ALMEIDA
339 CLEUSA APARECIDA G. P. ZAMPARONE
340 CLEUSA DE GUSMAO BORGES
341 CLEUSA MARISA ROSATI
342 CLEYTON NORMANDO DA FONSECA
343 CLOSENY MARIA SOARES MODESTO
344 CLOVIS BOTELHO
345 CLOVIS NOBRE DE MIRANDA
346 COR JESUS FERNANDES FONTES
347 CORNELIO SILVANO VILARINHO NETO
348 CRISTIANE THAIS DO AMARAL CERZOSIMO GOMES
349 CRISTIANO MACIEL
350 CRISTINA BARDOU PIZARRO
351 CRISTINA FILOMENA JUSTO
352 CRISTOVAM MARCELO SIQUEIRA DE FIGUEIREDO
353 DALCI MAURICIO MIRANDA DE OLIVEIRA
354 DALTON FERREIRA
355 DALTON HENRIQUE PEREIRA
356 DANIEL AVILA VECCHIATO
357 DANIEL CARLOS LEITE
358 DANIEL CARNEIRO DE ABREU
359 DANIEL DA SILVEIRA GUIMARAES
360 DANIEL FANTA
361 DANIEL MARINO GUEDES DE CARVALHO
362 DANIEL MOURA DE AGUIAR
363 DANIELA BARROS DA SILVA FREIRE ANDRADE
364 DANIELA CRISTINA FERREIRA
365 DANIELA MELLO PEREIRA
366 DANIELA TIAGO DA SILVA CAMPOS
367 DANIELE APARECIDA ALVARENGA ARRIEL
368 DANIELE CRISTINA COSTA SABINO
369 DANIELLA PORTO
370 DANILA SOARES CAIXETA
371 DANILO FERREIRA DE SOUZA
372 DANILO GARCIA DA SILVA
373 DANILO HENRIQUE AGUIAR
374 DANILO OLIVEIRA DE ARRUDA
375 DANNY LAURA GOMES FAGUNDES
376 DARCI LARA PERECIN NOCITI
377 DARCI SECCHI
378 DARCY GOMES NETO
379 DARIO ALVES JUNIOR
380 DEBORA ALMEIDA FARIA
381 DEBORA CRISTINA TAVARES
382 DEBORA ERILEIA PEDROTTI MANSILLA
383 DEIJANIRA ALVES DE ALBUQUERQUE
384 DELMA ROSA DE ALMEIDA
385 DELY CRISTINA MARTINS
386 DEMILSON BENEDITO DO NASCIMENTO
387 DENIA MENDES DE SOUSA VALLADAO
388 DENILTON CARLOS GAIO
389 DENISE ALVES GENOFRE
390 DENISE CARDOSO GONCALVES
391 DENISE MARIA DOTTA ABECH
392 DENIZE DALL BELLO
393 DEOCLECIANO BITTENCOURT ROSA
394 DEUSA FONSECA RAPOSO DE MEDEIROS
395 DEVANIR MITSUYUKI MURAKAMI
396 DEYVISSON  PEREIRA DA COSTA
397 DHARANI SUNDARAM
398 DIANA BORGES DOCK NASCIMENTO
399 DIEGO AUGUSTO FIORESE
400 DIEGO BARALDI DE LIMA
401 DIEGO MARTINS STANGERLIN
402 DIJALMAS RIBEIRO DE CASTRO
403 DINAURA BATISTA DE PADUA
404 DIRCEU GRASEL
405 DIVANIZE CARBONIERI
406 DJEISON BENETTI
407 DOMINGOS DE JESUS RODRIGUES
408 DOMINGOS TABAJARA DE OLIVEIRA MARTINS
409 DORCAS FLORENTINO DE ARAUJO
410 DORIT KOLLING DE OLIVEIRA
411 DORIVAL GARCIA COELHO
412 DORIVAL GONCALVES JUNIOR
413 DOUGLAS QUEIROZ BRANDAO
414 DOUGLAS YANAI
415 DUILIO MAYOLINO FILHO
416 DULCE FRANCISCA DE SOUZA
417 EBERSON PAULO TREVISAN
418 EDA DO CARMO PEREIRA GARCIA
419 EDESIO LUIS DA COSTA
420 EDEVALDO VALERIANO DE CAMPOS FILHO
421 EDGAR ALFREDO TZI TZIBOY
422 EDGAR FRANCISCO DE OLIVEIRA
423 EDGAR NOGUEIRA DEMARQUI
424 EDIALIDA COSTA SANTOS
425 EDILBERTO OJEDA DE ALMEIDA FILHO
426 EDILENE DA CRUZ SILVA
427 EDINALDO DE CASTRO E SILVA
428 EDIO LOTUFO
429 EDIR NEI TEIXEIRA MANDU
430 EDIR PINA DE BARROS
431 EDIRON LIMA VERDE
432 EDITE MACIEL RIBEIRO
433 EDIVALDO SAMPAIO DE ALMEIDA FILHO
434 EDMUNDO DE SOUZA
435 EDNA LOPES HARDOIM
436 EDNA MARA FERREIRA
437 EDSON CAETANO
438 EDSON FERREIRA CHAGAS
439 EDSON LUIZ SPENTHOF
440 EDSON MOLETA COLODEL
441 EDSON PACHECO DE ALMEIDA
442 EDSON PEREIRA BARBOSA
443 EDUARDO AUGUSTO CAMPOS CURVO
444 EDUARDO DE LAMONICA FREIRE
445 EDUARDO EUSTAQUIO DE SOUZA FIGUEIREDO
446 EDUARDO GUIMARAES COUTO
447 EDUARDO HENRIQUE BEVITORI KLING DE MORAES
448 EDUARDO LUZIA FRANCA
449 EDUARDO RIBEIRO MUELLER
450 EDVALDO CORREA SOTANA
451 EDWARD BERTHOLINE DE CASTRO
452 EGLE SOUSA PEREIRA
453 EINSTEIN LEMOS DE AGUIAR
454 ELADYR MARIA NORBERTO DA SILVA
455 ELAINE DIONE VENEGA DA CONCEIÇAO
456 ELAINE HOPE TREW PEREIRA
457 ELANE CHAVEIRO SOARES
458 ELAYNNE XAVIER SOUZA ARAUJO
459 ELDEMIR PEREIRA DE OLIVEIRA
460 ELEN POLIANI ARLINDO FUZARI
461 ELIANA BEATRIZ NUNES RONDON LIMA
462 ELIANA FREIRE GASPAR DE CARVALHO DORES
463 ELIANA MARIA DUARTE
464 ELIANA MORAES DE ALMEIDA ALENCAR
465 ELIANE APARECIDA SUCHARA
466 ELIANE DAS NEVES MOURA
467 ELIANE LOPES DE SANTA ROSA
468 ELIANE METELLO DE FIGUEIREDO
469 ELIANE SOUZA OLIVEIRA DOS SANTOS
470 ELIANGELA DE LIMA
471 ELIAS ALVES DE ANDRADE
472 ELIAS MARCELINO DA ROCHA
473 ELIAS NOGUEIRA PERES
474 ELIBENE DE ALMEIDA ORRO JUNQUEIRA
475 ELIDIA FONTENELLE MELADO
476 ELIEL FERREIRA DA SILVA
477 ELIFAS GONCALVES JUNIOR
478 ELISA PAGLIARINI COX
479 ELISABET AGUIRRE
480 ELISABETH APARECIDA FURTADO DE MENDONCA
481 ELISANDRA MARIA  ZAMBRA
482 ELISETE DE MIRANDA
483 ELISETE DUARTE
484 ELISETH BENEDICTA DE ALMEIDA
485 ELISEU CERISARA
486 ELISIARIO FARIAS LEITE
487 ELIZABETH FIGUEIREDO DE SÁ
488 ELIZABETH JEANNE FERNANDES SANTOS
489 ELIZABETH MADUREIRA SIQUEIRA
490 ELIZABETH QUIRINO DE AZEVEDO
491 ELIZETE APARECIDA RUBIRA
492 ELSON LUIZ FIGUEIREDO
493 ELTON BRITO RIBEIRO
494 ELTON ROGERIO CORBANEZI
495 ELVANY VERONICA DOS SANTOS
496 ELVIS LIRA DA SILVA
497 ELZA GONCALVES DE ARAUJO
498 ELZIO DA SILVA BARBOZA
499 ELZIO JOSE VITORIO PACHECO
500 EMANUELE BATISTELA
501 EMERSON SOARES DOS SANTOS
502 EMILIANE SILVA SANTIAGO
503 EMILIO CARLOS DE AZEVEDO
504 ENELINDA MARIA APARECIDA DOS SANTOS SCALA
505 ENICILDO DEL DUCCAS MENDONCA
506 ENIR MOREIRA DA SILVA MELLO
507 ERALDO DA SILVA PEREIRA
508 ERICK DARLISSON BATISTA
509 ERIVA GARCIA VELASCO
510 ERMELINDA MARIA DE LAMONICA FREIRE
511 ERMELINDO FLUMIGNAN
512 ERNESTO CERVEIRA DE SENA
513 EROTIDES TORRES BOTELHO
514 ESTHER MAXINE TREW
515 ESTHER PINHEIRO DA CRUZ
516 ETEWALDO DE OLIVEIRA BORGES
517 EUGENIA COELHO PAREDES
518 EUGENIO NILMAR DOS SANTOS
519 EUNICE PEREIRA DOS SANTOS
520 EUNICE SILVA DE ARRUDA
521 EURIVALDO SILVA PEREIRA
522 EUZICLEI GONZAGA DE ALMEIDA
523 EVA EMILIA FREIRE DO NASCIMENTO AZEVEDO
524 EVA LUCIA CARDOSO SILVEIRA
525 EVALDO FERRAZ DE OLIVEIRA
526 EVANDO CARLOS MOREIRA
527 EVANDO SALMO DA SILVA
528 EVANDRO APARECIDO SOARES DA SILVA
529 EVANDRO JOSE DA SILVA
530 EVANDRO LUIZ DALL OGLIO
531 EVANILDES MARIA DIAS FERREIRA OST
532 EVELINE DO AMOR DIVINO
533 EVELINY BARROSO DA SILVA
534 EVERTON ANDRE PIMENTEL BATELO
535 EVERTON BOTON
536 EXPEDITO SABINO DA SILVA
537 FABIANE BLANCO E SILVA
538 FABIANO ANDRE PETTER
539 FABIO CESAR GUIMARAES NETO
540 FABIO JOSE LOURENCO
541 FABIO NASCIMENTO FAGUNDES
542 FABIO RENATO BORGES
543 FABIO VIEIRA DE SOUZA JUNIOR
544 FABRICIO LUCENA DE ALMEIDA
545 FABRICIO RIOS SANTOS
546 FABRICIUS MAIA CHAVES BICALHO DOMINGOS
547 FABRIZIO MYAKI ALVES
548 FAUSTO  CALACA GALVAO DE CASTRO
549 FELICIO GUILARDI JUNIOR
550 FELIPE FRANCO CURCIO
551 FERDINANDO FILETTO
552 FERNANDA CANDIDO MAGALHAES
553 FERNANDA CRISTINA RODRIGUES DE SOUZA
554 FERNANDA REGINA CASAGRANDE GIACHINI VITORINO
555 FERNANDO AUGUSTO ALVES PACE
556 FERNANDO AUGUSTO DE LAMONICA FREIRE
557 FERNANDO BOLDRINI
558 FERNANDO DA SILVA
559 FERNANDO DE ARRUDA
560 FERNANDO DE MESQUITA JUNIOR
561 FERNANDO FUSARI BENTO DE LIMA
562 FERNANDO HENRIQUE FURLAN GOUVEA
563 FERNANDO JESUS DA SILVA
564 FERNANDO KENHYTI SHIRASHI
565 FERNANDO MENDES BOTELHO
566 FERNANDO NOGUEIRA DE LIMA
567 FERNANDO PEDRONI
568 FERNANDO TADEU DE MIRANDA BORGES
569 FERNANDO XIMENES DE TAVARES SALOMAO
570 FERNANDO ZAGURY VAZ DE MELLO
571 FIDEL CANDANO ACOSTA
572 FILOMENA AMAIR ARRAIS PADILHA
573 FILOMENA MARIA DE ARRUDA MONTEIRO
574 FLAVIA GIRARDO BOTELHO BORGES
575 FLAVIA LUCIA DAVID
576 FLAVIA MARIA DE BARROS NOGUEIRA
577 FLAVIA MARIA DE MOURA SANTOS
578 FLAVIA RODRIGUES BARBOSA
579 FLAVIO DE REZENDE GUIMARAES
580 FLAVIO FERREIRA PAES FILHO
581 FLAVIO RIBEIRO DE MELLO
582 FRANCELI APARECIDA DA SILVA MELLO
583 FRANCINE PAZINI
584 FRANCISCA LUCELIA RIBEIRO DE FARIAS
585 FRANCISCO CARLOS MONTEIRO
586 FRANCISCO DE ALMEIDA LOBO
587 FRANCISCO DE ARRUDA MACHADO
588 FRANCISCO DE ASSIS GONÇALVES JUNIOR
589 FRANCISCO DE OLIVEIRA FORTES
590 FRANCISCO DE PAULA SOARES MOL FILHO
591 FRANCISCO EGIDIO CAVALCANTE PINHO
592 FRANCISCO FRAMARION PINHEIRO
593 FRANCISCO JOSE DUTRA SOUTO
594 FRANCISCO MARIO MONTEIRO FORTES
595 FRANCISCO MIRIALDO CHAVES  TRIGUEIRO
596 FRANCISCO XAVIER FREIRE RODRIGUES
597 FREDERICO AYRES DE OLIVEIRA NETO
598 FREDERICO GUILHERME DE MOURA MULLER
599 FREDERICO JORGE SAAD GUIRRA
600 FREDERICO JOSÉ ANDRIES LOPES
601 FREDERICO SOARES DIAS
602 FREDERICO TERRA DE ALMEIDA
603 GABRIEL FRANCISCO DE MATTOS
604 GABRIEL JONAS MARTINIANO DE ARAUJO
605 GABRIEL LUIZ CRUZ DE SOUZA
606 GABRIEL NOVIS NEVES
607 GABRIELA PICCOLA MAITAN ALFENAS
608 GEANE BRIZZOLA DOS SANTOS
609 GENESIO MARQUES
610 GENESIS VIVIANE SOARES FERREIRA  CRUZ
611 GENESSON DOS SANTOS BARRETO
612 GENILDA FERREIRA LINO
613 GENY ALICE TOMIELLO CAUDURO
614 GEORGE BARBOSA DA SILVA
615 GEORGE WASHINGTON PROFETA
616 GERALDO LUCIO DINIZ
617 GERALDO MESSIAS SANTOS DA SILVA
618 GERALDO TROUY D OLIVEIRA
619 GERDINE FERREIRA DE OLIVEIRA SANSON
620 GERMANO ALEIXO FILHO
621 GERMANO AUGUSTO ALVES PACHECO
622 GERMANO GUARIM NETO
623 GERSIN FERNANDES DA SILVA
624 GERSON RODRIGUES DA SILVA
625 GERSON SOUZA SAES
626 GERUSA DA SILVA SALLES CORREA
627 GERUZA SILVA DE OLIVEIRA VIEIRA
628 GESNER DUARTE PADUA
629 GILBERTA BORGES ACO
630 GILBERTO DE CAMPOS FUZARI JUNIOR
631 GILBERTO HAAS
632 GILBERTO RODRIGUES PINTO
633 GILDA TOMASINI MAITELLI
634 GILNEY AMORIM VIANA
635 GILSON MORAES DA COSTA
636 GILVONE FURTADO MIGUEL
637 GIOVANA DA GAMA FORTUNATO
638 GISELA SOARES BRUNKEN
639 GISELE MOCCI
640 GISELI ALVES SILVENTE
641 GISELI DALLA NORA
642 GISLAENE MORENO
643 GISLAYNE CRISTINA FIGUEIREDO
644 GLADYS DENISE WIELEWSKI
645 GLAUCE VIANA DE SOUZA TORRES
646 GLAUCIA MIRANDA RAMIREZ
647 GLEYVA MARIA SIMOES DE OLIVEIRA
648 GONCALO SANTANA BAICERE
649 GRACIELA DA SILVA OLIVEIRA
650 GRAZIELE BORGES DE OLIVEIRA PENA
651 GUARACY LARA SOUZA PRADO
652 GUILHERME LUIZ EMERICK
653 GUNTHER PERES PIMENTA
654 GUSTAVO MANZON NUNES
655 GUSTAVO POST SABIN
656 GUSTAVO RODRIGUES CANALE
657 HANDREY BORGES ARAUJO
658 HAROLD SOCRATES BLAS ACHIC
659 HAROLDO BENEDITO TADEU ZATTAR
660 HAROLDO DE ARRUDA JUNIOR
661 HAYDEE DE CASTRO PIMENTEL
662 HEBER FERREIRA MAFRA
663 HEBERT DONIZETI SALERNO
664 HECTOR FLORES CALLISAYA
665 HELEN LUCE CAMPOS SANCHES PEREIRA
666 HELENA ANTONIA DE LIMA GUSMAO
667 HELIA VANNUCCHI DE ALMEIDA SANTOS
668 HELIANE GENOFRE SALLES
669 HELIETE MARTINS CASTILHO MORENO
670 HELIO BORBA MORATELLI
671 HELIO MACHADO DA COSTA
672 HELIO MARCELO PESENTI SANDRIN
673 HELMUT FORTE DALTRO
674 HELOISA AFONSO ARIANO
675 HELOISA MARQUES TUPINA
676 HENRIQUE AUGUSTO VIEIRA
677 HENRIQUE DE OLIVEIRA LEE
678 HERBERT MONTEIRO DA SILVA
679 HERICE TORRES DE AZEVEDO
680 HERMILIA MARIA FIGUEIREDO LATORRACA FERREIRA
681 HERNANI LUIZ AZEVEDO
682 HIDELBERTO DE SOUSA RIBEIRO
683 HILCE MARIA ARAUJO MENDONCA CARVALHO
684 HILDA KATSUKO MAEJIMA PIRES DE OLIVEIRA
685 HILDENETE MONTEIRO FORTES
686 HILDEVALDO MONTEIRO FORTES
687 HILTON NEY GAIVA
688 HUDSON PINA DE OLIVEIRA
689 HUDSON TEIXEIRA DA SILVA
690 HUGO HELENO CAMILO COSTA
691 HUGO JOSE SCHEUER WERLE
692 HUMBERTO DA SILVA METELLO
693 HUMBERTO FRANCO SHIOMI
694 HUMBERTO IKUO SHIBASAKI
695 IAN  PHILIPPO TANCREDI
696 IARA LOPES MAIOLINI
697 IBRAIM FANTIN DA CRUZ
698 IGOR AURELINO MIRANDA SILVA CAMPOS
699 ILDA FERNANDES CHAVARRIA
700 IMAR DOMINGOS QUEIROZ
701 IOLANDA ANTONIA DA SILVA
702 IOLANDA JACOBINA DA CRUZ ARAUJO
703 IOSIEL RANGEL DE SOUZA
704 IRACEMA MARIA LACERDA COSTA
705 IRAMAIA JORGE CABRAL
706 IRANI SILVA BEZERRIL
707 IRENE BALERONI CAJAL
708 IRENE CRISTINA DE MELLO
709 IRENE KREUTZ
710 IRENILDA ANGELA DOS SANTOS
711 IRINEU FRANCISCO NEVES
712 ISABEL GUARIM
713 ISABEL RODRIGUES DE RESENDE SANTANA
714 ISABELE TORQUATO MOZER
715 ISELDA CORREA RIBEIRO
716 ISLER SILVEIRA LEITE
717 ISMAEL DE BARROS ROCHA
718 IVA FERREIRA GONCALVES
719 IVAIRTON MONTEIRO SANTOS
720 IVAN JULIO APOLONIO CALLEJAS
721 IVNA DE OLIVEIRA NUNES
722 IVO CUIABANO SCAFF
723 IVONE DA SILVA MATOS
724 IVONE MARIA FERREIRA DA SILVA
725 IVONE PEREIRA SEGOVIA MOREIRA
726 IVONE SILVA TORRO
727 IZABEL CRISTINA DIAS LIRA
728 IZABELLA CHRYSTINA ROCHA
729 IZUMI NOZAKI
730 JACI ROSA DA SILVA
731 JACKSON ANTONIO L,CAMARGOS RESENDE
732 JACKSON MARQUES PACHECO
733 JACQUELINE NUNES BRUNET
734 JADIR NEVES MARQUES
735 JAIME ANTONIO UBIALLI
736 JAIR FIGUEIREDO DO CARMO
737 JAIR GIMENES MARRA
738 JAMIL DE PAULA RAMOS
739 JANAINA CARVALHO BARROS
740 JANAINA DE NADAI CORASSA
741 JANAINA JANUARIO DA SILVA
742 JANAINA PAULINO
743 JANAINA SARAH PEDROTTI
744 JANE TERESINHA DOMINGUES COTRIN
745 JANE VIGNADO
746 JANETE TAMAMI TOMIYOSHI
747 JANIL LEITE DE OLIVEIRA
748 JAVIER EDUARDO LOPEZ DIAZ
749 JAYME ALFREDO DEXHEIMER LEITE
750 JEAN CAMINHA
751 JEAN REINILDES PINHEIRO
752 JEFERSON DE OLIVEIRA
753 JEFFERSON ALVES OLIVEIRA
754 JEFFERSON HELENO BRANDAO
755 JENZ PROCHNOW
756 JEOVA LUIZ FIGUEIREDO EPAMINONDAS
757 JEROLINO LOPES DE AQUINO
758 JERRY MAGNO FERREIRA PENHA
759 JESILA PINTO MACHADO MARRETTO
760 JESUS FRANCO BUENO
761 JIVAGO MEDEIROS RIBEIRO
762 JOADIL GONCALVES DE ABREU
763 JOALINA ANITA DA SILVA PEREIRA DE SOUZA
764 JOANA DARC CHAVES CARDOSO
765 JOANA DARC LUCENA DE ALMEIDA
766 JOANA MARIA FERREIRA ALBRECHT
767 JOAO ALBERTO DE ARRUDA
768 JOAO ANTONIO BOTELHO LUCIDIO
769 JOAO ANTONIO CABRAL DE MONLEVADE
770 JOAO ANTONIO NETO
771 JOAO ARAUJO SILVA
772 JOAO BATISTA DE MATOS
773 JOAO BATISTA FERREIRA
774 JOAO BATISTA LIMA
775 JOAO BOSCO DE ALMEIDA DUARTE
776 JOAO CARLOS BARROZO
777 JOAO CARLOS DA CUNHA CLEMENTE
778 JOAO CARLOS DE SOUZA MAIA
779 JOAO DE DEUS GUERREIRO SANTOS
780 JOAO DE SOUSA
781 JOAO DE SOUZA VIEIRA FILHO
782 JOAO DE VASCONCELLOS COELHO
783 JOAO EDUARDO DE RESENDE
784 JOAO ELOY DE SOUZA NEVES
785 JOAO FELIX DIAS
786 JOAO GARCIA CARAMORI JUNIOR
787 JOAO HENRIQUE GURTLER SCATENA
788 JOAO ORLANDO FLORES MACIEL
789 JOAO PAULO IGNACIO FERREIRA RIBAS
790 JOAO PAULO RODRIGUES
791 JOAO PEDRO VALENTE
792 JOAO SOARES DA COSTA
793 JOAO VIEIRA DOS SANTOS
794 JOAO WANDERLEY VILELA GARCIA
795 JOAQUIM EDUARDO DE MOURA NICACIO
796 JOAQUIM PINTO DE OLIVEIRA NETO
797 JOARY LEITE DA CUNHA MATTOS
798 JOAS DIAS DE ARAUJO CAVALCANTE
799 JOCELI FERNANDES ALENCASTRO BETTINI DE ALBUQUERQUE
800 JOCILENE DE CARVALHO MIRAVETI
801 JOCIREI DIAS FERREIRA
802 JOEL PAESE
803 JOELMA JACOB
804 JOILSON PEREIRA REGIS
805 JONAS CORREA DA COSTA
806 JONAS DA COSTA CRUZ
807 JONAS NOLASCO DE SOUZA
808 JONATAS EMMANUEL BORGES
809 JONATHAN ALMEIDA NERY
810 JORCELINA ELISABETH FERNANDES
811 JORGE ARLAN DE OLIVEIRA PEREIRA
812 JORGE LUIS RODRIGUEZ PEREZ
813 JORGE LUIZ BRITO DE FARIA
814 JOSE AFONSO BOTURA PORTOCARRERO
815 JOSE AIRTON DE PAULA
816 JOSE ALBERTO ALVES
817 JOSE ALFREDO DA COSTA MARQUES
818 JOSE ANGELO MORELO PEREIRA
819 JOSE ANTONIO DA SILVA
820 JOSE ANTONIO LAMBERT
821 JOSE APARECIDO THENQUINI
822 JOSE CARLOS AMARAL FILHO
823 JOSE CARLOS DE ARRUDA
824 JOSE CARLOS DE MUSIS
825 JOSE CARLOS LEITE
826 JOSE CARLOS UGEDA JÚNIOR
827 JOSE DA COSTA MARQUES FILHO
828 JOSE DE PAULA NEVES NETO
829 JOSE DE SOUZA NEVES
830 JOSE DE SOUZA NOGUEIRA
831 JOSE DOMINGUES DE GODOI FILHO
832 JOSE EDUARDO DE AGUILAR SIQUEIRA DO NASCIMENTO
833 JOSE EDUARDO PENNA
834 JOSE EURICO LEITAO DE ALMEIDA
835 JOSE FERREIRA DE FREITAS
836 JOSE FERREIRA LEITE
837 JOSE FIDEL MATOS MANDUJANO
838 JOSE FIGUEIRA DE GUSMAO
839 JOSE HOLANDA CAMPELO JUNIOR
840 JOSE JACONIAS DA SILVA
841 JOSE LEAO RIBEIRO
842 JOSE LUIZ MARCIO
843 JOSE MANOEL DE ALMEIDA FILHO
844 JOSE MANOEL HENRIQUES DE JESUS
845 JOSE MANUEL CARVALHO MARTA
846 JOSE MARIA DE CAMPOS MELO
847 JOSE MARIO FONTES AMIDEN
848 JOSE MARQUES PESSOA
849 JOSE MATEUS RONDINA
850 JOSE MEIRELLES FILHO
851 JOSE NOGUEIRA DE MORAES
852 JOSE PEREIRA REGIS
853 JOSE REINALDO COUTINHO
854 JOSE RICARDO DE SOUZA
855 JOSE ROBERTO BORGES MONTEIRO
856 JOSE RONDON
857 JOSE SABINO MONTEIRO FILHO
858 JOSE SCOFONI FALEIROS
859 JOSE SEBASTIAO METELO
860 JOSE TARCISIO GRUNENNVALDT
861 JOSE VAZ CURVO NET
862 JOSE WELLINGTON FERREIRA
863 JOSEPHINA PAES DE BARROS LIMA
864 JOSIEL MAIMONE DE FIGUEIREDO
865 JOSITA CORRETO DA ROCHA PRIANTE
866 JOSMARY RODRIGUES SILVA
867 JOSUE BURACOF SHIMABUKO JUNIOR
868 JOVAM VILELA DA SILVA
869 JOYCE LAURA DA SILVA GONCALVES
870 JUACY DA SILVA
871 JUAN ELMER VILLANUEVA ZEVALLOS
872 JUARES DIAS MOLINA
873 JUDITH GUIMARAES CARDOSO
874 JULIANA ABONIZIO
875 JULIANA APARECIDA DE PAULA SCHULLER
876 JULIANA CRISTINA MAGNANI PRIMAO
877 JULIANA DA SILVA AGOSTINI
878 JULIANA DO COUTO GHISOLFI
879 JULIANA QUEIROZ BORGES DE MAGALHAES CHEGURY
880 JULIETA DIVINA CORREA TEIXEIRA
881 JULIO STRUBING MULLER NETO
882 JURANDIR MELADO
883 JUREMA ROSA LOPES
884 JUSSARA LUZIA DE FIGUEIREDO
885 KAMILLA MAESTA AGOSTINHO
886 KARINA DA SILVA CHAVES
887 KAROLINE CARVALHO DORNELAS
888 KATIA DIAS FERREIRA RIBEIRO
889 KATIA GOMES BEZERRA OLIVEIRA
890 KATIA LUZIA BRANDAO CALDAS MEIRELLES
891 KATIA MOROSOV ALONSO
892 KATIANE MARA FERREIRA
893 KATIUCHIA PEREIRA TAKEUCHI
894 KELTE RESENDE ARANTES
895 KENJI KIDO
896 KLEDIR ANDERSON H.SPOHR
897 KOITI ANZAI
898 KURT JOAO ALBRECHT
899 LAERCIO WANDERLEY DOS SANTOS
900 LAERTE BOM DESPACHO DA CUNHA
901 LAERTE PINHEDO
902 LARISSA BORGES DE LIMA
903 LARISSA CAVALHEIRO DA SILVA
904 LARISSA DE ALMEIDA REZIO
905 LAUDINO ROCES RODRIGUES
906 LAURA FILOMENA SANTOS DE ARAUJO
907 LAURA MARIA FURTADO ABREU
908 LAURA VALDIANE LUZ MELO
909 LEANA OLIVEIRA FREITAS
910 LEANDRO DENIS BATTIROLA
911 LEANDRO DUARTE RUST
912 LEE YUN SHENG
913 LEIDY DIANE WOLMUTH SILVA
914 LEILA DE OLIVEIRA ANDRADE
915 LEILA REGINA DE OLIVEIRA
916 LEIMI KOBAYASTI
917 LELICA ELIS PEREIRA DE LACERDA
918 LENICY LUCAS DE MIRANDA CERQUEIRA
919 LENNIE ARYETE DIAS PEREIRA BERTOQUE
920 LENY CASELLI ANZAI
921 LEOCARLOS CARTAXO MOREIRA
922 LEONARA RADDAI GUNTHER DE CAMPOS
923 LEONARDO FLAUZINO DE SOUZA
924 LEONARDO SLHESSARENKO
925 LEONCIO PINHEIRO DA SILVA FILHO
926 LEONE FRANCISCO AMORIM  CURADO
927 LEONEL PEREZ CORREA
928 LEONELA  GUIMARAES DA SILVA
929 LEONIDAS QUERUBIM AVELINO
930 LETICIA GUIMARES PERDOMO
931 LETICIA XAVIER DE LEMOS CAPANEMA
932 LIA HANNA MARTINS MORITA
933 LIANO CENTOFANTE
934 LIDIANE SILVA DE ARAUJO
935 LIGIA MANCCINI BARROS DEMARQUI
936 LIGIA REGINA DE OLIVEIRA
937 LILIAN AUXILIADORA MACIEL CARDOSO
938 LILIAN ROSE AGUIAR NASCIMENTO GARCIA DE SANTANA
939 LILIANE CAPILE CHARBEL NOVAIS
940 LILLIAN SANCHEZ LACERDA MORAES
941 LINDINALVA ZAGOTO FERNANDES
942 LINDSCY CASTOLDI
943 LIRIAN DANIELA MARTINI
944 LIVIA LOPES AZEVEDO
945 LOANDA MARIA GOMES CHEIM
946 LOENIO CORREA DE ARRUDA
947 LOIVA CANOVA
948 LORENA BARBOSA FONSECA
949 LORENNA CARDOSO REZENDE
950 LOURDES AROCA
951 LOURDES PELEGRINI REBESCHINI
952 LOUSA LOPES
953 LOYSE TUSSOLINI
954 LUANA DOS ANJOS RAMOS
955 LUCE MARINA FREIRES CORREA DA COSTA
956 LUCELIA CAMPELO DE ALBUQUERQUE MORAES
957 LUCELIA NOBRE CARVALHO
958 LUCIA APARECIDA DE FATIMA MATEUS
959 LUCIA FERNANDA DE CARVALHO
960 LUCIA HELENA GAETA ALEIXO
961 LUCIA HELENA VENDRUSCULO POSSARI
962 LUCIA REGINA SILVEIRA AUOZANI
963 LUCIANA CORREIA LIMA DE FARIA BORGES
964 LUCIANA DAMBROSIO GUIMARAES
965 LUCIANA KEIKO HATAMOTO ZERVOUDAKIS
966 LUCIANA SANCHES
967 LUCIANE CLEONICE DURANTE
968 LUCIANO DA SILVA CABRAL
969 LUCIANO MANOEL DA SILVA
970 LUCIANO NAKAZATO
971 LUCIANO TEIXEIRA GOMES
972 LUCIENE MARIA KASSAR BORGES
973 LUCINDA NOGUEIRA PERSONA
974 LUCIO GONCALVES BARBOSA DE OLIVEIRA
975 LUCIO ROBERTO DE ALMEIDA
976 LUCIRDES DIAS FERREIRA
977 LUCY MIRANDA DO NASCIMENTO
978 LUDIER KESSER SANTOS SILVA
979 LUDMILA DE LIMA BRANDAO
980 LUIS ANTONIO BITANTE FERNANDES
981 LUIS HENRIQUE DA COSTA LEÃO
982 LUIS MAURICIO DA SILVA SOARES
983 LUISA DEL CARMEN BARRETT REINA
984 LUIZ AIRTON GOMES
985 LUIZ ALBERTO ESTEVES SCALOPPE
986 LUIZ ALVES CORREA FILHO
987 LUIZ ANDRE RIBEIRO ZARDO
988 LUIZ AUGUSTO PASSOS
989 LUIZ CARLOS GALETTI
990 LUIZ CESAR NAZARIO SCALA
991 LUIZ DA ROSA GARCIA NETTO
992 LUIZ FERNANDO PROVENZANO
993 LUIZ GONZAGA COELHO
994 LUIZ LOTUFO
995 LUIZ MIGUEL DE MIRANDA
996 LUIZ PAULO DA CAS CICHOSKI
997 LUIZ SERGIO GUEDES BARBOSA
998 LUIZA RIOS RICCI VOLPATO
999 LUNALVA MOURA SCHWENK
1000 LURNIO ANTONIO DIAS FERREIRA
1001 LUZIA APARECIDA PALARO
1002 LUZIA DAS GRACAS PRADO LEAO
1003 LUZIA GUIMARAES
1004 LYDIA MARIA PARENTE LEMOS DOS SANTOS
1005 MADALENA RODRIGUES DOS SANTOS VIEIRA
1006 MAELISON SILVA NEVES
1007 MAGALI OLIVI
1008 MAGDA ROJAS YOSHIOCA
1009 MAGNO SILVESTRI
1010 MAICON SBARDELLA
1011 MAIDI LEONICE DICKMANN
1012 MAJORETH DIOZ SILVA
1013 MAMADU LAMARANA BARI
1014 MANOEL FRANCISCO DE VASCONCELOS MOTTA
1015 MANOEL GONCALVES DOS SANTOS
1016 MANOEL OURIVES FILHO
1017 MANOEL PINTO DA FONSECA
1018 MANOEL SANTINHO RODRIGUES JUNIOR
1019 MARA REGINA ROSA RIBEIRO
1020 MARAISA DELMUT BORGES
1021 MARCEL CARLOS LOPES FÉLIX
1022 MARCEL THIAGO DAMASCENO RIBEIRO
1023 MARCELINO ALVES ROSA DE PASCOA
1024 MARCELO AMORIM MARCHIORI
1025 MARCELO ANTONIO THEODORO
1026 MARCELO FRONZA
1027 MARCELO SACARDI BIUDES
1028 MARCIA AJALA ALMEIDA
1029 MARCIA APARECIDA DE SANT ANA BARROS
1030 MARCIA CRISTINA PASCOTTO
1031 MARCIA CRISTINA RODRIGUES DA SILVA COFFANI
1032 MARCIA DE MOURA GONCALVES
1033 MARCIA DIAS DE ALENCAR LIMA
1034 MARCIA DOS SANTOS FERREIRA
1035 MARCIA FABIANA BARBOSA DE PAULA
1036 MARCIA GONCALVES FERREIRA
1037 MARCIA HUEB
1038 MARCIA LEOPOLDINA MONTANARI CORREA
1039 MARCIA LOTUFO
1040 MARCIA QUEIROZ LATORRACA
1041 MARCIA REGINA SILVA GEBARA
1042 MARCIA RODRIGUES CARVALHO OLIVEIRA
1043 MARCIA ROMERO MARCAL
1044 MARCILIO LUCAS BAMBIRRA
1045 MARCIO CANAVARROS SERRA
1046 MARCIO DE ANDRADE BATISTA
1047 MARCIO DE LARA PINTO
1048 MARCIO DO NASCIMENTO FERREIRA
1049 MARCIO FERNANDO CORNELIO
1050 MARCIO LEMES DE SOUZA
1051 MARCIO LUIZ DE MESQUITA
1052 MARCIO ROGGIO ZANUZO
1053 MARCIO VIDAL
1054 MARCIO WILLIAM ROQUE
1055 MARCO ANTONIO ARAUJO PINTO
1056 MARCO AURELIO BERTULIO DAS NEVES
1057 MARCO AURELIO DE CARVALHO
1058 MARCO DONISETE DE CAMPOS
1059 MARCONDES COSTA MARQUES
1060 MARCOS ALBERTO DE CARVALHO
1061 MARCOS ANDRE DE CARVALHO
1062 MARCOS AURELIO DA SILVA
1063 MARCOS DE ALMEIDA SOUZA
1064 MARCOS GATTASS PESSOA
1065 MARCOS JOSE JACINTO
1066 MARCOS MACEDO FERNANDES CARON
1067 MARCOS MARTINELLI
1068 MARCOS PRADO DE ALBUQUERQUE
1069 MARCUS SILVA DA CRUZ
1070 MARESSA CALDEIRA MORZELLE
1071 MARGARETH CORREA LIMA LOPES
1072 MARGARIDA GARCIA DE FIGUEIREDO
1073 MARGARIDA MARCHETTO
1074 MARIA ADENIR PERARO
1075 MARIA ALICE ALVES CORREA DA SILVA PEREIRA
1076 MARIA ALICE OLIVEIRA DE LAMONICA FREIRE
1077 MARIA ALICE PORRO VICENTE
1078 MARIA ANGELA ARAUJO CAIAFA LAGOA
1079 MARIA ANGELA CONCEIÇAO
1080 MARIA ANGELICA DOS SANTOS SPINELLI
1081 MARIA APARECIDA CARVALHO SILVA
1082 MARIA APARECIDA DE LIMA LOPES
1083 MARIA APARECIDA MORGADO
1084 MARIA APARECIDA MUNHOZ GAIVA
1085 MARIA APARECIDA PAGLIARINI DA SILVA
1086 MARIA APARECIDA REZENDE
1087 MARIA APARECIDA RODRIGUES DA SILVA BARBOSA
1088 MARIA APARECIDA VIEIRA
1089 MARIA ASSUNTA CARUCCIO CAMPOS
1090 MARIA AUXILIADORA DE AMORIM BATISTA
1091 MARIA AUXILIADORA GARCIA DE OLIVEIRA
1092 MARIA AUXILIADORA MACIEL DE MORAES
1093 MARIA CANDIDA SILVEIRA CASTOR
1094 MARIA CAROLINA DE ALMEIDA DUARTE
1095 MARIA CECILIA CASAGRANDE TAVOLONI
1096 MARIA CECILIA KNOLL FARAH
1097 MARIA CELESTE SAAD GUIRRA
1098 MARIA CLARA VIEIRA WEISS
1099 MARIA CLAUDINO DA SILVA BRITO
1100 MARIA CORETTE PASA
1101 MARIA CRISTINA DE F. E ALBUQUERQUE
1102 MARIA CRISTINA GUIMARO ABEGAO DA SILVEIRA
1103 MARIA CRISTINA THEOBALDO
1104 MARIA DA ANUNCIACAO PINHEIRO BARROS NETA
1105 MARIA DA CONCEICAO RODRIGUES
1106 MARIA DAS GRACAS DE ASSIS BIANCHINI
1107 MARIA DAS GRACAS MARTINS DA SILVA
1108 MARIA DE ALMEIDA ROCHA RISSATO
1109 MARIA DE FATIMA DE CARVALHO FERREIRA
1110 MARIA DE FATIMA GOMES COSTA
1111 MARIA DE FATIMA LOUREIRO
1112 MARIA DE JESUS DAS DORES ALVES CARVALHO PATATAS
1113 MARIA DE LOURDES BANDEIRA DE LAMONICA FREIRE
1114 MARIA DE LOURDES FIGUEIREDO SILVA DUARTE
1115 MARIA DE LOURDES SILVA CREPALDI
1116 MARIA DO SOCORRO DE GOIS
1117 MARIA DO SOCORRO LOPES DE MEDEIROS
1118 MARIA ELIZABETH MILANEZI DE PAULA
1119 MARIA FATIMA ROBERTO MACHADO
1120 MARIA FELICIA SANTOS DA SILVA
1121 MARIA FERNANDA SPEGIORIN SALLA BRUNE
1122 MARIA HELENA GAIVA GOMES DA SILVA
1123 MARIA HELENA MACHADO DA ROSA
1124 MARIA HELENA PECORA
1125 MARIA IGNEZ JOFFRE TANUS
1126 MARIA INES DA SILVA BARBOSA
1127 MARIA INES GUIMARAES PORTUGAL
1128 MARIA INES PAGLIARINI COX
1129 MARIA ISABEL VALDOMIR NADAF
1130 MARIA JACOBINA DA CRUZ BEZERRA
1131 MARIA JOSE SANCHES
1132 MARIA LUCIA BRANDAO
1133 MARIA LUCIA CAVALLI NEDER
1134 MARIA LUCIA FIGUEIRA BALBINO
1135 MARIA LUZINETE ALVES VANZELER
1136 MARIA MANUELA RENHA DE NOVIS NEVES
1137 MARIA MARGARIDA CORREA LEITE
1138 MARIA ROSA PETRONI
1139 MARIA ROSARIO APARECIDA ORQUIZA
1140 MARIA SALETE BRAGA DE ALVARENGA
1141 MARIA SALETE FERREIRA MARTINS
1142 MARIA SALETE RIBEIRO
1143 MARIA SALETI FERRAZ DIAS FERREIRA
1144 MARIA SCAFF BUMLAI ALVES PINTO
1145 MARIA SILVIA AMICUCCI SOARES MARTINS
1146 MARIA THEREZA DE OLIVEIRA AZEVEDO
1147 MARIA YOLANDA E SILVA
1148 MARIA ZELIA AGUIAR DE SOUSA
1149 MARIAN ASSENCAO DE PAULA ALVES
1150 MARIANA PERES DE LIMA CHAVES E CARVALHO
1151 MARIANGELA SOLLA LOPEZ
1152 MARIANO MARTINEZ ESPINOSA
1153 MARIBEL VALVERDE RAMIREZ
1154 MARIE ANNICK BERNIER
1155 MARIE MADELEINE RIBEIRO TAURINES
1156 MARIETA PRATA DE LIMA DIAS
1157 MARILDA CALHAO ESTEVES MATSUBARA
1158 MARILDA SERRA AVALOS
1159 MARILENE DIAS DE OLIVEIRA
1160 MARILENE MARZARI
1161 MARILIA BEATRIZ DE FIGUEIREDO LEITE
1162 MARILIA COUTO SILVA SHIRAIWA
1163 MARILIA DUARTE VALIM
1164 MARILZA CASTILHO TEREZO
1165 MARINA ATANAKA DOS SANTOS
1166 MARINA MARIKO SUGUI
1167 MARINETE COVEZZI
1168 MARINEZ ISAAC MARQUES
1169 MARIO CEZAR SILVA LEITE
1170 MARIO GOMES MONTEIRO
1171 MARIO JOSE PEREIRA
1172 MARIO KIYOSHI KAWAPHARA
1173 MARIO MATEUS SUGIZAKI
1174 MARIUCE CAMPOS DE MORAES
1175 MARIZA DE MELLO ARRUDA SAMPAIO
1176 MARLENE GOMES DE MIRANDA
1177 MARLENE GONCALVES
1178 MARLENE GONCALVES DE OLIVEIRA
1179 MARLENE MENEZES
1180 MARLENE MILHAREZI DEL DUCCAS MENDONCA
1181 MARLENE SILVA DE OLIVEIRA SANTOS
1182 MARLITON ROCHA BARRETO
1183 MARLUCE APARECIDA SOUZA E SILVA
1184 MARLUCE DE OLIVEIRA MACHADO SCALOPPE
1185 MARLY AUGUSTA LOPES DE MAGALHAES
1186 MARLY MORBECK SILVA MODESTO
1187 MARTA CRISTINA DE JESUS ALBUQUERQUE NOGUEIRA
1188 MARTA GISLENE PIGNATTI
1189 MARTA MARIA COVEZZI DE ARRUDA
1190 MARTA MARIA DARSIE
1191 MARTHA VIVIANA TORRES CELY
1192 MARTINHO DA COSTA ARAUJO
1193 MAURELIO MENEZES
1194 MAURICEA NUNES
1195 MAURICIO DA SILVA GUEDES
1196 MAURICIO FARIAS COUTO
1197 MAURICIO FERNANDO LIMA PEREIRA
1198 MAURICIO GODOY
1199 MAURICIO GUIMARAES DE OLIVEIRA
1200 MAURILIA VALDERES LUCAS DO AMARAL
1201 MAURO ANDRE DRESCH
1202 MAURO JOSE DE SOUZA
1203 MAURO JOSE PEREIRA
1204 MAURO MIGUEL COSTA
1205 MAURO MONDIN
1206 MAX DE OLIVEIRA ROOS
1207 MAXIMILIAN WILHELM BRUNE
1208 MAYNARA MARIA COTINHA OLIVEIRA
1209 MAZILIO CORONEL MALAVAZI
1210 MEIRE ROSE DOS ANJOS OLIVEIRA
1211 MICHEL PATRICK DO AMARAL SILVA
1212 MICHELE TOMOKO SATO
1213 MICHELLE FERNANDA BRUGNERA
1214 MICHELLE TATIANE JABER DA SILVA
1215 MICHELLY KIN DE OLIVEIRA ROSA GUIMARAES
1216 MICNEIAS TATIANA DE SOUZA LACERDA BOTELHO
1217 MIGUEL PEDRO LORENA DE MORAES
1218 MIGUEL SLHESSARENKO
1219 MILTON DE ABREU
1220 MILTON FERREIRA DE MORAES
1221 MILTON FERREIRA LEAO
1222 MIRAMY MACEDO
1223 MIRIAM EPSTEIN
1224 MIRIAM LUCIA ROCHA DE CARVALHO CASTRO
1225 MIRIAN ARABELA DA SILVA SERRANO
1226 MIRIAN TOSHIKO SEWO
1227 MIRIS TEREZINHA DETONI
1228 MIRTES FERREIRA LEAO
1229 MOACIR FRANCISCO DE SANTANA BARROS
1230 MOACYR DE CAMPOS
1231 MOACYR FREITAS
1232 MOISES ALESSANDRO DE SOUZA LOPES
1233 MONICA ARAGONA
1234 MONICA MARIA DOS SANTOS
1235 MONYKA MARIANNA MASSOLINI LAUREANO HOSHIBA
1236 MUCIO ANDRE DOS SANTOS ALVES MENDES
1237 MYRIAN THEREZA DE MOURA SERRA
1238 NADIA ALINE BOBBI ANTONIASSI
1239 NADIA MENDES DE SOUZA NEVES
1240 NAIANA MARINHO GONÇALVES
1241 NAIR BIZAO
1242 NAIR HONDA KAWASHITA
1243 NALDSON RAMOS DA COSTA
1244 NAOEL HASSAN FERES
1245 NARA CRISTINA DE SOUZA
1246 NAYARA PIOVESAN RIBEIRO BARTOLONEI
1247 NEDA JORGE DA CUNHA CALIX
1248 NEI MOREIRA DA SILVA
1249 NEIDE MORAES DE MELLO
1250 NEIDE TARSILA DA COSTA ARAUJO
1251 NEIVA DE ARAUJO MARQUES
1252 NELCILENO VIRGILIO DE SOUZA ARAUJO
1253 NELICE DE SOUZA LOTUFO
1254 NELSON ZANATA GOMES
1255 NEUBER JOSE SEGRI
1256 NEUCI CUNHA DOS SANTOS
1257 NEUCIANI FERREIRA DA SILVA
1258 NEUDSON JOHNSON MARTINHO
1259 NEUMA ZAMARIANO FANAIA TEIXEIRA
1260 NEUROZITO FIGUEIREDO BARBOSA
1261 NEUSA FULBER
1262 NEUSA MARIA CARRARO MARTINS
1263 NEUSA SOUZA DOURADO
1264 NEUZA CRISTINA GOMES COSTA
1265 NEUZA MARIA DE CAMPOS GOMES
1266 NEY ALVES DE ARRUDA
1267 NEY CORRÊA DA COSTA
1268 NEY MUSSA DE MORAES
1269 NICANOR PALHARES SA
1270 NICOLAU PINTO DE GODOY FILHO
1271 NICOZINA MARIA CAMPOS GONTIJO
1272 NIEDJA MARIA DE MELO LUNA
1273 NILCE VIEIRA CAMPOS FERREIRA
1274 NILDA BEZERRA RAMOS
1275 NILMA FERREIRA DA SILVA
1276 NILSON CAMINHA AZEVEDO
1277 NILSON DAUZACKER
1278 NILSON JOSE ALVES NEGRAO
1279 NILTON TOCICAZU HIGA
1280 NILZA CRISTINA GOMES DE ARAÚJO
1281 NILZA DE OLIVEIRA SGUAREZI
1282 NILZA LIMA RIBEIRO
1283 NILZA OLIVEIRA TEIXEIRA
1284 NOEMI DREYER GALVAO
1285 NOEMI MARGARIDA FREIRE DE ARRUDA
1286 NORCI COELHO ARAUJO
1287 NYL IZA VALADAO FREITAS
1288 OCTAZIA DE OLIVEIRA VIDAL
1289 ODENIL DO CARMO MARINHO
1290 ODENILDO DE SA TELES
1291 ODENIR FELIX DA SILVA
1292 ODILA MARIA DE AZEVEDO WATZEL
1293 ODILZA BATISTA DE QUEIROZ
1294 ODIVIA OLIVEIRA ROSA
1295 ODORICO FERREIRA CARDOSO NETO
1296 OLEGARIO ROSA DE TOLEDO
1297 OLGA AKIKO TAKANO
1298 OLGA MARIA POR DEUS EVORA
1299 OLGA NAKAJIMA
1300 OLGA SARTORI FARINELLI
1301 OLIVER YOSHLO UMEDA YATSUGAFU
1302 OLIVIA COMETTI FAVALESSA
1303 OLIVIO FAVALESSA
1304 ONA  DA SILVA FREDDI
1305 ONELIA CARMEM ROSSETTO
1306 ONICE TERESINHA DALL OGLIO
1307 ONILDA ALVES MOREIRA
1308 ORLANDO SALES JUNIOR
1309 OSCAR ZALLA SAMPAIO NETO
1310 OSVALDO ALEXANDRE PARIS
1311 OSVALDO RODRIGUES JUNIOR
1312 OSWALDO MACHADO FILHO
1313 OTACILIO BORGES CANAVARROS
1314 OTAVIO CANAVARROS
1315 OTAVIO PERES FILHO
1316 OZERINA VICTOR DE OLIVEIRA
1317 PABLO MARCELO DIENER OJEDA
1318 PABLO RODRIGO ALVES  DE SOUZA
1319 PACIFICA PINHEIRO CAVALCANTI
1320 PAMELA ROBERTA DE OLIVEIRA
1321 PAMELA SAUNDERS UCHOA CRAVEIRO
1322 PAOLA BIASOLI ALVES
1323 PASTOR AMADOR MOJENA
1324 PATRICIA APARECIDA RIGATTO CASTELO
1325 PATRICIA CHRISTAN
1326 PATRICIA CRISTIANE DE SOUZA
1327 PATRICIA DA COSTA MARISCO
1328 PATRICIA FERNANDES MASSMANN
1329 PATRICIA HELENA DE AZEVEDO
1330 PATRICIA KOLLING
1331 PATRICIA REIS DE SOUZA GARCIA
1332 PATRICIA ROSINKE
1333 PATRICIA SIMONE NOGUEIRA
1334 PAULA SUELI ANDRADE MOREIRA
1335 PAULO AFONSO DE MELO
1336 PAULO AFONSO FERREIRA
1337 PAULO AFONSO FORTUNATO
1338 PAULO AFONSO ORLANDO DE MORAIS
1339 PAULO AFONSO ROSSIGNOLI
1340 PAULO AUGUSTO RAMALHO DE SOUZA
1341 PAULO CELSO DO COUTO NINCE
1342 PAULO CESAR GOMES
1343 PAULO CESAR VENERE
1344 PAULO COSME DE FREITAS
1345 PAULO DA ROCHA DIAS
1346 PAULO JORGE DA SILVA
1347 PAULO MODESTO FILHO
1348 PAULO ROBERTO BEZERRA DE MELLO
1349 PAULO ROBERTO DE SOUSA FREITAS FILHO
1350 PAULO ROGERIO MELO RODRIGUES
1351 PAULO SERGIO ALMEIDA DOS SANTOS
1352 PAULO SERGIO ANDRADE MOREIRA
1353 PAULO SERGIO DELGADO
1354 PAULO SPELLER
1355 PAULO TEIXEIRA DE SOUSA JUNIOR
1356 PAULO WESCLEY MAIA PINHEIRO
1357 PEDRO DE ASSIS E SILVA FILHO
1358 PEDRO DO BOM DESPACHO DE ALMEIDA
1359 PEDRO EDUARDO BRANDINI NESPOLI
1360 PEDRO HURTADO DE MENDOZA BORGES
1361 PEDRO KAISER
1362 PEDRO MACIEL DE PAULA GARCIA
1363 PEDRO MANUEL SANCHEZ AGUILAR
1364 PEDRO NONATO DA CONCEICAO
1365 PEDRO PAULO CARNEIRO NOGUEIRA
1366 PEDRO PINTO DE OLIVEIRA
1367 PEDRO ROBERTO PILONI
1368 PELAGIO PALMA FILHO
1369 PERICLES BAICERE SCHMIDT
1370 PETER BUTTNER
1371 PIERRE GIRARD
1372 PRUDENCIO RODRIGUES DE CASTRO JUNIOR
1373 QELLI VIVIANE DIAS ROCHA
1374 QUELEN DE LIMA BARCELOS
1375 RAFAEL ALBERTO VITAL PINTO
1376 RAFAEL FERREIRA ALFENAS
1377 RAFAEL SOARES DE ARRUDA
1378 RAFAEL TEIXEIRA SOUSA
1379 RAFAELA GRASSI ZAMPIERON
1380 RAFAELLA DE ANGELI CURTO
1381 RAFAELLA TELES ARANTES FELIPE
1382 RAIMUNDA ALVES BATISTA
1383 RAPHAEL DE SOUZA ROSA GOMES
1384 RAQUEL QUADROS
1385 RAUL TADEU LOBATO FERREIRA
1386 REANY DE OLIVEIRA
1387 REGIANE DE CASTRO ZARELLI LEITZKE
1388 REGINA APARECIDA DA SILVA
1389 REGINA BAPTISTA DOS REIS
1390 REGINA BEATRIZ GUIMARÃES NETO
1391 REGINA CELIA BALBINO FIGUEIRA LISBOA
1392 REGINA CELIA DE CARVALHO
1393 REGINA CELIA RODRIGUES DA PAZ
1394 REGINA MARIA VERAS GONCALVES DA SILVA
1395 REGINA TADANO
1396 REGINALDO SILVA DE ARAUJO
1397 REINALDO DE LAMONICA FREIRE
1398 REINALDO DE MARCHI
1399 REINALDO GASPAR DA MOTA
1400 RENATA COSTA
1401 RENATA CRISTINA CABRERA
1402 RENATA CRISTINA TEIXEIRA
1403 RENATA DE AZEVEDO MELO LUVIZOTTO NASCIMENTO
1404 RENATA DEZENGRINI SLHESSARENKO
1405 RENATA GOMES DA COSTA
1406 RENATA ZACHI DE OSTI
1407 RENATO BLAT MIGLIORINI
1408 RENATO DANTAS NEDER
1409 RENATO FERREIRA DA CRUZ
1410 RENATO GARCIA DE FREITAS SOBRINHO
1411 RENATO NEDER
1412 RENETE MARIA DE ALMEIDA MACIEL
1413 RENI APARECIDA BARSAGLINI
1414 RENIEL POUZO FILGUEIRA
1415 RENILDES OLIVEIRA LUCIARDO
1416 RENILSON ROSA RIBEIRO
1417 RICARDO DA SILVEIRA CARVALHO
1418 RICARDO KALIKOWSKI WESKA
1419 RICARDO ROBINSON CAMPOMANES SANTANA
1420 RICARDO RODRIGUES DE FRANCA BENTO
1421 RICARDO SANTOS SILVA AMORIM
1422 RICARDO SILVEIRA CASTOR
1423 RICARDO STEFANI
1424 RICHARD DE CAMPOS PACHECO
1425 RINA LANDOS MARTINEZ ANDRE
1426 ROBERTO ANTONIO TICLE DE MELO E SOUSA
1427 ROBERTO APOLONIO
1428 ROBERTO BOAVENTURA DA SILVA SA
1429 ROBERTO CARLOS BEBER
1430 ROBERTO CHIARANDA
1431 ROBERTO DE BARROS FREIRE
1432 ROBERTO DE MORAES LIMA SILVEIRA
1433 ROBERTO JAIME DOS SANTOS
1434 ROBERTO LOPES DE SOUZA
1435 ROBERTO PERILLO BARBOSA DA SILVA
1436 ROBERTO VILELA VELOSO
1437 ROBSON DA SILVA LOPES
1438 ROBSON FELIPE VIEGAS DA SILVA
1439 RODOLFO BENEDITO DA SILVA
1440 RODOLFO SEBASTIAO ESTUPINAN ALLAN
1441 RODRIGO AMANCIO DE ASSIS
1442 RODRIGO DAVI ALMEIDA
1443 RODRIGO LOPES COSTA
1444 RODRIGO MARQUES
1445 RODRIGO SINAIDI ZANDONADI
1446 ROGERIO ALESSANDRO FARIA MACHADO
1447 ROGERIO ARMANDO NASCHENVENG
1448 ROGERIO BARBOSA DA SILVA
1449 ROGERIO ROQUE RUBERT
1450 ROGERIO VIEIRA ROSSI
1451 ROMILDA SCARMANHANI DA SILVA PIMENTEL
1452 ROMILDO JERONIMO RAMOS
1453 ROMULO MORA
1454 ROMULO RONAN OLIVEIRA DE MORAIS
1455 RONALDO DRESCHER
1456 RONALDO JOSE GOMES
1457 RONEY FRAGA SOUZA
1458 ROSA ALMEIDA FREITAS ALBUQUERQUE
1459 ROSA HELENA DOS SANTOS FERRAZ
1460 ROSA LUCIA ROCHA RIBEIRO
1461 ROSA MARIA BOTTOSSO
1462 ROSA MARIA JORGE PERSONA
1463 ROSALINE ROCHA LUNARDI
1464 ROSANE APARECIDA KULEVICZ
1465 ROSANGE MARIA BENATTI
1466 ROSANGELA CALIX COELHO DA COSTA
1467 ROSANGELA GUERINIO  MASOCHINI
1468 ROSANGELA KATIA SANCHES MAZZORANA RIBEIRO
1469 ROSANGELA MARIA SOUZA DE CAMARGO
1470 ROSANGELA SALDANHA PEREIRA
1471 ROSE CLEIA RAMOS DA SILVA
1472 ROSELENE MARIA SCHNEIDER
1473 ROSELI ADRIANA BLUMKE FEISTEL
1474 ROSEMARY AFFI SANTOS COSTA
1475 ROSEMEIRY CAPRIATA DE SOUZA AZEVEDO
1476 ROSEMERY CELESTE PETTER
1477 ROSENEY BELLATO
1478 ROSILENE LOPES ROCHA CARDOZO
1479 ROSINA DJUNKO MIYAZAKI
1480 ROXANA BEDOYA PRADO
1481 RUBEM MAURO PALMA DE MOURA
1482 RUBENS DARIO DE MOURA
1483 RUBENS PAZIM CARNEVAROLLO JUNIOR
1484 RUIKSON SILLAS DE OLIVEIRA NUNES
1485 RUTE CRISTINA DOMINGOS DA PALMA
1486 RUTE DA CUNHA
1487 RUTELEIA CANDIDA DE SOUZA SILVA
1488 SABINO ALBERTAO FILHO
1489 SALADINO ESGAIB
1490 SAMIRA LOTFI ROCHA DA SILVA
1491 SAMIRA RESCHETTI MARCON
1492 SAMUEL DE PADUA CHAVES E CARVALHO
1493 SAMUEL VANDRESEN FILHO
1494 SANDRA BREDER ASSIS
1495 SANDRA COENGA DE SOUZA
1496 SANDRA HELENA RAMIRO CORRÊA
1497 SANDRA IZILDA SOUZA DE FIGUEIREDO
1498 SANDRA MARIA COELHO MARTINS
1499 SANDRA MARIA VINAGRE PAES
1500 SANDRA REGINA GEISS LORENSINI
1501 SANIA LUCIA CAMARGOS
1502 SAULO ROBERTO SODRE DOS REIS
1503 SAYONARA ANDRADE COUTO MORENO ARANTES
1504 SEBASTIANA ALMEIDA SOUZA
1505 SEBASTIAO CLAUDINO DA SILVA
1506 SEBASTIAO FREITAS DE MEDEIROS
1507 SEBASTIAO MARTINS DE ARAUJO
1508 SELMA VIEIRA SILVA
1509 SERAFIM DOMINGUES LANZIERI
1510 SERGIO ANTONIO WIELEWSKI
1511 SERGIO BRASIL NAZARIO SCALA
1512 SERGIO DE SOUZA OLIVEIRA
1513 SERGIO FLORES PEDROSO
1514 SERGIO JUNIOR DA SILVA FACHIN
1515 SERGIO LUIZ MORAIS MAGALHAES
1516 SERGIO MARCELINO DE OLIVEIRA
1517 SERGIO PEREIRA MAIOLINI
1518 SERGIO ROBERTO DE PAULO
1519 SERYS MARLY SLHESSARENKO
1520 SHEILA CRISTINA FERREIRA LEITE
1521 SHIRLEY FERREIRA PEREIRA
1522 SHIRLEY HITOMI GUSHIKEN
1523 SHOZO SHAIRAIWA
1524 SIDNEI ROBERTO DE MARCHI
1525 SIDNEY FERNANDO CALDEIRA
1526 SILANE APARECIDA FERREIRA DA SILVA CAMINHA
1527 SILAS BORGES MONTEIRO
1528 SILER JEAN DA SILVA ALBERNAZ
1529 SILVANA MARIA BITENCOURT
1530 SILVANO MACEDO GALVÃO
1531 SILVANO POHL MOREIRA DE CASTILHO
1532 SILVIA FERNANDA CANTORIA
1533 SILVIA LOPES DO AMARAL
1534 SILVIA MARIA PRADO
1535 SILVIA REGINA DE LIMA REIS
1536 SILVIA REGINA SIQUEIRA LOUREIRO OLIVEIRA
1537 SILVIA SARAIVA DE FRANÇA CALIXTO
1538 SILVIO CESAR OLIVEIRA COLTURATO
1539 SIMONE ALBUQUERQUE DA ROCHA
1540 SIMONE BERIGO BUTTNER
1541 SIMONE DE JESUS PADILHA
1542 SINTHIA CRISTINA BATISTA
1543 SIRIO PINHEIRO DA SILVA
1544 SIRLEI APARECIDA SILVEIRA
1545 SIZENANDO ROCHA CAMPOS JUNIOR
1546 SOFIA ADELIA BERNARDO DA SILVA
1547 SOLANGE MARIA DE BARROS
1548 SOLANGE PIRES SALOME DE SOUZA
1549 SOLANGE THOME GONCALVES DIAS
1550 SOLENIR RUFFATO
1551 SONIA AYAKO TAO MARUYAMA
1552 SONIA MARIA DUARTE ZARAMELLA
1553 SONIA REGINA LOURENÇO
1554 SONIA REGINA NASCIMENTO MORENO
1555 SONIA REGINA ROMANCINI
1556 SONIA VIVIAN DE JEZUS
1557 SORAIA DINIZ
1558 SORAIA LIMA ARABI
1559 STELA MARIS SILVESTRIN
1560 SUELEM APARECIDA DE FRANCA LEMES
1561 SUELI DE LOURDES COUTO ROSA
1562 SUELI DUNCK
1563 SUELI OLIVIA ANDREO SERRA
1564 SUELI PEREIRA CASTRO
1565 SUELY REIMAO DE ARRUDA
1566 SUISE MONTEIRO LEON BORDEST
1567 SUMAYA PERSONA DE CARVALHO
1568 SUSANA DALILA DOLEJAL BERTÉ
1569 SUZE SILVA OLIVEIRA
1570 SUZI MAYARA DA COSTA FREIRE
1571 SYLVIA VICTORINO ALVES CORREA
1572 TAIS HELENA PALHARES
1573 TAMARA JUNE LISTER
1574 TAMIRES FERREIRA COELHO
1575 TANIA MARA LEITE NOGUEIRA
1576 TANIA MARIA DE CARVALHO
1577 TANIA MARIA DE LIMA
1578 TANIA MARIA SANTANA DOS SANTOS
1579 TANIA REGINA KINASZ DE OLIVEIRA
1580 TANIA ZULEICA ZANENGA
1581 TARSIS DE MATTOS MAIA
1582 TATIANA BERING
1583 TATIANE LEBRE DIAS
1584 TATIANNE FERNANDA LOPES HARDOIM
1585 TELDO ANDRESON DA SILVA PEREIRA
1586 TELMA CENIRA COUTO DA SILVA
1587 TELMO ANTONIO DINELLI ESTEVINHO
1588 TERESINHA LERMEN DONATTI
1589 TEREZA AUXILIADORA NASCIMENTO RIBEIRO
1590 TEREZA CHRISTINA MERTENS AGUIAR VELOSO
1591 TEREZA CRISTINA CARDOSO DE SOUZA HIGA
1592 TEREZA RAMALHO DE AZEVEDO CUNHA
1593 TEREZA RAMOS DE CARVALHO
1594 TEREZINHA  RAMOS SILVA ALBRUQUERQUE
1595 TEREZINHA FERNANDES MARTINS DE SOUZA
1596 THERESE JEANNE PIERGENTILI MARGOTTI
1597 THEREZA MARTHA BORGES PRESOTTI GUIMARAES
1598 THEREZINHA DE JESUS ARRUDA
1599 THIAGO  WERLANG DE OLIVEIRA
1600 THIAGO CURY LUIZ
1601 THIAGO JUNQUEIRA IZZO
1602 THIAGO MARTINS MACHADO
1603 THIAGO MEIRELLES VENTURA
1604 THIAGO PEREIRA DA SILVA
1605 THIENES MARIA COSTA NASCHENVENG
1606 TIAGO DOS SANTOS BRANCO
1607 TIAGO FERREIRA ALBRECHT
1608 TIBERIO BITTENCOURT OLIVEIRA MARTINS
1609 TOMAS DE AQUINO SILVEIRA BOAVENTURA
1610 TOMAS SANDOR GRUNWALD
1611 TOMIRES CAMPOS LOPES
1612 TULA KIRST ROMANI
1613 UGO DA CONCEICAO PADILHA
1614 UIR SANTANA DE FIGUEIREDO
1615 VALDEMAR MARCOLAN
1616 VALDINIR PIAZZA TOPANOTTI
1617 VALDIR BARBARESCO FILHO
1618 VALDIR TELES DA SILVA
1619 VALERIA DE CARVALHO ARAUJO SIQUEIRA
1620 VALERIA DORNELLES GINDRI SINHORIN
1621 VALERIA DUTRA
1622 VALERIA MARCIA QUEIROZ
1623 VALERIA VIANA PEREIRA
1624 VALERIO DE OLIVEIRA MAZZUOLI
1625 VALFREDO DA MOTA MENEZES
1626 VALMIR APARECIDO FRANCO
1627 VALTER DEMBERCK
1628 VANESSA CLEMENTINO FURTADO
1629 VANESSA CRISTINA ARANTES
1630 VANESSA SOBUE FRANZO
1631 VANESSA VELTRINI ABRIL
1632 VANIA AMANCIO ABDULMASSIH
1633 VARLINDO ALVES DA SILVA
1634 VERA LUCIA BERTOLINE
1635 VERA LUCIA BLUM TOMAZ
1636 VERA LUCIA DUARTE MARQUES CABRAL
1637 VERA LUCIA GRACIANI DE SOUZA
1638 VERA LUCIA LEITE LOPES
1639 VERA LUCIA MARQUES LEITE
1640 VERA LUCIA MARTINS SANDANIELO
1641 VERA LUCIA PINHEIRO
1642 VERGILIO PRADO SOGABE
1643 VERSIDES SEBASTIAO DE MORAES E SILVA
1644 VICENTE MACHADO DE AVILA
1645 VICENTE SOARES FILHO
1646 VICENTINA DA CONSOLACAO RIBEIRO
1647 VICTOR LEMES LANDEIRO
1648 VILMA LUCIA DE MORAES COUTO ALBIZZATI
1649 VILSON JOSE MASUTTI
1650 VINICIUS CARVALHO PEREIRA
1651 VINICIUS MACHADO PEREIRA DOS SANTOS
1652 VIRGINIA CLAUDIA PAULINO SILVA
1653 VIRGÍNIA CORDEIRO AMORIM
1654 VIRGINIA HELENA DE AZEVEDO
1655 VIRINDIANA COLET BORTOLOTTO
1656 VITALE JOANONI NETO
1657 VITOR HUGO MARANI
1658 VITORINO DESSUNTE
1659 VIVALDO NAVES DE OLIVEIRA
1660 WAGNER ANTONIO TRONDOLI MATRICARDI
1661 WAGNER BATISTA DOS SANTOS
1662 WALDEMIR RODRIGUES
1663 WALDIR BERTULIO
1664 WALDYR RIBEIRO BASTOS
1665 WALERIA CHRISTIANE RESENDE FETT
1666 WALFREDO FERREIRA DE BRITTO
1667 WALMIR DA SILVA MOREIRA
1668 WALTER GOMIDE DO NASCIMENTO JUNIOR
1669 WANDERLEI ANTONIO PIGNATI
1670 WANDERLEYA NARA GONCALVES COSTA
1671 WELITOM TTATOM PEREIRA DA SILVA
1672 WESKLEY DA SILVA COTRIM
1673 WESLEY ALMEIDA SOUZA
1674 WILDCE DA GRACA ARAUJO COSTA
1675 WILSON ANTONIO AUERSWALD
1676 WILSON CHINALI
1677 WILSON DIAS DA SILVA
1678 WILSON EUSTAQUIO BREGUNCI
1679 WILZA ROCHA PEREIRA
1680 WLADIMIR COLMAN DE AZEVEDO JUNIOR
1681 YARA DA SILVA NOGUEIRA GALDINO
1682 YLCLEA MARIA NOVIS NEVES PEREIRA LIMA
1683 YOKO YAMAMURA DE OLIVEIRA
1684 YONE DE OLIVEIRA NOETHEN
1685 YURI ALEXANDROVISH BARBOSA
1686 YVELISE TEREZINHA MORATO DA CONCEICAO
1687 ZACARIAS MAYAL FILHO
1688 ZAINE UNTAR
1689 ZAIRA MORAIS DOS SANTOS HURTADO DE MENDOZA
1690 ZANIZOR RODRIGUES DA SILVA
1691 ZARA FARIA SOBRINHA GUIMARAES
1692 ZENESIO FINGER
1693 ZENILDA LOPES RIBEIRO
1694 ZILDA FERNANDES
1695 ZILIANI DA SILVA BUSS
1696 ZILZA AMAZONITA FRANCA DA ROCHA MEDRADO
1697 ZULEIDE APARECIDA FELIX CABRAL

Os(As) Docentes Sindicalizados(as) que não estiverem com nome na lista devem  entrar em contato, até as 17h do dia 20/02/2019

(quarta-feira), com os(as) Servidores(as) do Sindicato via: E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / Celular (065) 99686-8732 e (065) 996969293 /

Fixo (065) 3615-8293

 

 

Quarta, 13 Fevereiro 2019 17:59

 

Está aberto, a partir dessa quarta-feira, 13/02, o processo eleitoral para nova diretoria da Adufmat – Seção Sindical do ANDES-SN. As chapas interessadas em disputar o pleito têm até o dia 19/02 para se inscrever, e os docentes sindicalizados irão às urnas no dia 20/03.

 

Conforme o Artigo 45 do Regimento Interno da Adufmat-Ssind, as inscrições de candidatos devem ser feitas na secretaria Adufmat-SSind, mediante requerimento assinado pelos componentes, devendo, obrigatoriamente, constar os nomes que comporão todos os cargos da Diretoria.

 

Além disso, o registro da chapa deverá ser, obrigatoriamente, acompanhado de uma plataforma eleitoral, que explicite as diretrizes de sua atuação.

 

Terão direito ao voto todos os sindicalizados do Andes-SN da base territorial da Adufmat-Ssind em dias com suas obrigações, e cuja sindicalização tenha ocorrido até 30 dias antes da data da realização das eleições. A Comissão Eleitoral divulgará a lista de aptos a votar, com tempo hábil para regularização de eventuais pendências. O voto será presencial.

 

A diretoria eleita para dirigir o sindicato pelos próximos dois anos será a primeira a seguir as regras do Regimento aprovado pela categoria em 2017, que aboliu o presidencialismo, optando pelo sistema colegiado. Nesses moldes, a diretoria deverá ser formada por diretor(a) geral, diretor(a) geral adjunto, diretor-secretário(a), diretor(a) para assuntos de aposentadoria e seguridade social, diretor-tesoureiro(a), diretor(a) de comunicação, e diretor(a) de assuntos sócio-culturais.

 

Ao menos um dos membros da diretoria da Adufmat-SSind deverá ser representante de subseção, seja de Sinop ou Araguaia. O Regimento prevê ainda que a composição de cargos de 2º secretário e/ou 2º tesoureiro será facultativa.

 

Os docentes lotados nas subseções também escolherão os representantes locais, por meio de chapa composta por 3 (três) membros nas funções de coordenador(a) geral de subseção, coordenador-secretário(a) de subseção e coordenador-tesoureiro(a) de subseção, também facultada a composição de cargos de coordenador(a) adjunto(a), 2º coordenador-secretário(a), e 2º coordenador-tesoureiro(a) e de coordenador(a) de comunicação de subseção.

 

Todas as orientações referentes às eleições para diretoria da Adufmat-Ssind 2019-2021 podem ser encontradas no Regimento Interno da entidade (leia aqui), ou no Regimento Eleitoral aprovado na assembleia geral do dia 12/02/19, disponível abaixo na íntegra (e também no arquivo anexo abaixo para download).

 

 

 

REGIMENTO ELEITORAL DA ADUFMAT

SEÇÃO SINDICAL DO ANDES-SN

Aprovado na Assembleia Geral realizada no dia 12/02/2019

 

CAPÍTULO I

 

DA ELEIÇÃO

 

Art. 1º - O processo eleitoral para a Direção da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, e diretoria de Subseções Sindicais será aberto oficialmente no dia 13/02/2019.

Parágrafo Único - A divulgação do processo eleitoral será realizada em jornal de circulação regional, assim como no site da Entidade.

 

Art. 2º - As eleições da Diretoria da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso - ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, e diretoria de Subseções Sindicais  realizar-se-ão no dia 20/03/2019.

Parágrafo Primeiro - O escrutínio dar-se-á pelo voto secreto, universal e direto dos(as) sindicalizados(as), em pleno gozo de seus direitos.

Parágrafo Segundo - Sendo o voto um direito de natureza personalíssima, não é permitido o voto por procuração.

 

CAPÍTULO II

DOS(AS) ELEITORES(AS)

 

Art. 3º - São eleitores(as) todos(as) os(as) sindicalizados(as) da ADUFMAT – Seção Sindical que:

I    -         Nele se sindicalizarem até o dia 17/02/2019;

II  -         Estiverem em dia com suas contribuições até o dia 17/02/2019.

 

Art. 4º - Aos(Às) sindicalizados(as) é assegurado o direito de voto em trânsito, conforme Capítulo dedicado à Votação.

 

CAPÍTULO III

DOS(AS) CANDIDATOS(AS)

 

Art. 5º - Podem ser candidatos(as) todos(as) os(as) docentes sindicalizados(as) pertencentes ao quadro efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que estiverem em dia com sua contribuição financeira à ADUFMAT até o dia 19/02/2019.

 

CAPÍTULO IV

DA INSCRIÇÃO DE CHAPAS

 

Art. 6º - A nominata das Chapas em disputa pela Direção da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, deverá ser organizada em respeito à estrutura regimental, exposto no Artigo 16, sendo que a chapa para Diretoria Colegiada deverá ser composta pelos cargos a seguir:

I – diretor(a) geral;

II – diretor(a) geral adjunto;

III – diretor-secretário(a);

IV – diretor(a) para assuntos de aposentadoria e seguridade social;

V – diretor-tesoureiro(a);

VI – diretor(a) de comunicação; e

VII – diretor(a) de assuntos socioculturais;

 

§ 1° - Será facultativa a composição de cargo de 2° secretário(a) e/ou 2° tesoureiro(a)

 

Parágrafo Único – A chapa para diretoria da ADUFMAT-S.Sind. deve ser composta por, no mínimo, um(as) representante de subseção - conforme estabelecido no § 2° do Regimento da ADUFMAT – S.Sind.

 

Art. 7º - Para registro junto à Comissão Eleitoral, a chapa deve ser composta por no mínimo 07 (sete) docentes sindicalizados(as), descrevendo-se os respectivos cargos a serem ocupados - conforme descrito no artigo 6° do Regimento da ADUFMAT – S.Sind.

 

Art. 8º - A nominata das Chapas em disputa pela diretoria de Subseções Sindicais, deverá ser organizada em respeito à estrutura regimental, exposto no Artigo 27, sendo que deverá ser composta pelos cargos a seguir:

I - Coordenador(a) geral de subseção;

II- Coordenador-secretário(a) de subseção;

III - Coordenador-tesoureiro(a) de subseção.

 

Parágrafo Único - Para registro junto à Comissão Eleitoral, a chapa deve ser composta por no mínimo 03 (três) docentes sindicalizados(as), descrevendo-se os respectivos cargos a serem ocupados - conforme descrito no artigo 8° do Regimento da ADUFMAT – S.Sind.

I              O registro das chapas, com a nominata completa dos(as) candidatos(as), deverá ser feito até às 17:00h do dia 19/02/2019.

II            - O registro somente será realizado, com a entrega da Ficha de Inscrição para as Eleições da ADUFMAT (em anexo), devidamente preenchida e assinada pelo conjunto dos candidatos. Anexo à Ficha deverão constar fotocópia do documento de Identidade, ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de cada um dos componentes da Chapa.

III           - Para a realização do Registro diretoria da ADUFMAT-S.Sind, também deverá ser entregue Programa da Chapa devidamente subscrito pelo candidato(a) a Diretor(a) Geral. Para a realização do Registro de diretoria de Subseções Sindicais, deverá ser entregue Programa da Chapa devidamente subscrito pelo candidato(a) a Coordenador(a) geral de subseção

IV           - O número de identificação das Chapas respeitará a ordem cronológica de solicitação de Registro, respeitadas todas as exigências expostas no presente Capítulo.

 

Art. 9º- No ato do registro da Chapa, seus integrantes comprometem-se a acatar esse Regimento e as demais normas que venham a ser elaboradas pela Comissão Eleitoral.

 

Art. 10º - É livre a propaganda eleitoral, respeitado o Regimento da ADUFMAT, o Estatuto do ANDES-SN e este Regimento.

 

 

CAPÍTULO V

DA COORDENAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL

 

Art. 11º - O processo eleitoral será coordenado por uma Comissão Eleitoral. Parágrafo Primeiro – À Comissão Eleitoral cabe o escrutínio do pleito e a proclamação dos resultados.

Parágrafo Segundo – Das deliberações da Comissão Eleitoral caberá recurso para a Assembleia Geral.

Parágrafo Terceiro – A Comissão Eleitoral será composta por 3 (três) membros efetivos e igual número de suplentes eleitos em Assembleia Geral (Regimento da Adufmat-S.Sind., Art. 10°, Parágrafo Terceiro).

§ Único - É vedada a participação de candidato na Comissão Eleitoral.

Art. 12º - Compete à Comissão Eleitoral:

I       - Cumprir e fazer cumprir o Regimento da ADUFMAT, o Estatuto do ANDES-SN e esse Regimento.

II     - Oficializar e divulgar o registro de Chapas.

III    - Divulgar a composição do eleitorado até o dia 20/02/2019.

IV    - Confeccionar as cédulas eleitorais e as listas destinadas para coleta de assinatura dos(as) sindicalizados(as) votantes.

V     - Definir e divulgar o número de seções eleitorais, bem como, os respectivos locais de instalação e seus mesários.

VI    - Coordenar as mesas receptoras.

VII  - Decidir sobre recursos interpostos.

VIII              Realizar a apuração dos votos, homologar, proclamar e divulgar o resultado da eleição, e

IX  - Elaborar o Relatório Final a ser divulgado até às 17h00 do dia 25/03/2019.

X   Parágrafo Único - A Comissão Eleitoral pode, sempre que necessário, convidar auxiliares oriundo da comunidade universitária para dar apoio aos trabalhos do processo eleitoral.

 

Art. 13º - A Comissão Eleitoral só se reunirá com a presença de, no mínimo, maioria absoluta de seus integrantes, sendo em cada reunião lavrado uma Ata, que será assinada pelos(as) presentes.

Parágrafo Único – As chapas concorrentes receberão cópias das Atas das Reuniões da Comissão Eleitoral, sempre que solicitadas pelas mesmas.

 

Art. 14º - As decisões da Comissão Eleitoral serão tomadas pela maioria simples de seus integrantes presentes na Reunião.

 

Art. 15º - O(A) integrante da Comissão Eleitoral que faltar a duas reuniões consecutivas ou a três intercaladas sem justificativa, perderá a sua condição de membro titular dessa Comissão, assumindo o(a) suplente.

 

Art. 16º - Cada Chapa concorrente indicará, mediante documento, até dois representantes autorizados(as) a realizar qualquer tipo de comunicação entre a respectiva Chapa e a Comissão Eleitoral.

Parágrafo Primeiro – No documento definido no caput deste artigo estarão explicitadas as informações necessárias para o estabelecimento de contato entre a Comissão Eleitoral e os(as) representantes autorizados(as) pela(s) Chapa(s).

Parágrafo Segundo – A comunicação entre as Chapas e a Comissão Eleitoral deverá ser apenas por meio de documento escrito.

 

 

CAPÍTULO VI

DA PROPAGANDA E DA CAMPANHA ELEITORAL

 

Art. 17º - A Comissão Eleitoral recomenda que a propaganda das Chapas seja feita de forma a não causar danos ao patrimônio da Universidade Federal de Mato Grosso, como colagens em paredes e outras formas de poluição visual.

 

Art. 18º– Qualquer situação que fira a ética e o decoro do processo eleitoral deverá ser comunicada por um(a) filiado(a), por escrito e devidamente assinada, à Comissão Eleitoral, que procederá às averiguações e expedirá parecer público sobre o objeto da denúncia, posteriormente apresentando na Assembleia.

Parágrafo único: A Comissão Eleitoral prezará por um processo eleitoral transparente, envidando esforços para coibir “Fake News”, como também assédios de qualquer natureza.

 

Art. 19º - Como parte da campanha eleitoral para permitir o conhecimento e consequentemente posicionamento dos(as) eleitores(as) com relação aos programas em disputa para a Direção da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN e diretoria de Subseções Sindicais, serão agendados debates entre as Chapas concorrentes, nos Campi de Sinop, Araguaia, Cuiabá e Várzea Grande, com datas propostas pela Comissão Eleitoral e posteriormente acordadas com os(as) representantes das chapas inscritas.

 

Art. 20º - A organização, as regras e a intermediação dos debates serão de responsabilidade da Comissão Eleitoral.

 

 

CAPÍTULO VII

DA VOTAÇÃO

SEÇÃO I

DA CÉDULA ELEITORAL

 

Art. 21º - A votação é realizada em cédula eleitoral única.

§ 1º - A cédula deverá conter a(s) chapa(s) registrada(s), em ordem cronológica de inscrição, com o nome da(s) chapa(s), além de retângulo em branco onde o(a) eleitor(a) assinalará a sua escolha.

 

Art. 22º Para efeito de votação, a cédula eleitoral só se tornará válida depois de rubricada pelos(as) dois(duas) integrantes da Mesa Receptora de Votos, da respectiva Seção Eleitoral.

 

SEÇÃO II

DAS SEÇÕES ELEITORAIS

 

Art. 23º - As Seções Eleitorais serão organizadas de acordo com os Institutos e Faculdades da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), considerando os 04 (quatro) campi: Cuiabá, Várzea Grande, Araguaia e Sinop. Totalizando 11 Seções Eleitorais, sendo: 8 (oito) Seções Eleitorais em Cuiabá/Várzea Grande, 02 (duas) no Araguaia e 1 (uma) em Sinop.

 

Parágrafo Primeiro -      São Seções Eleitorais de Cuiabá/Várzea Grande: (1) Adufmat (Aposentados/as) e Faculdade de Educação Física; (2) Instituto de Educação e Instituto de Linguagem; (3) Instituto de Ciências Humanas Sociais, Instituto de Geografia, História e Documentação, Faculdade de Economia e Ciências Contábeis e Faculdade de Administração; (4) Faculdade de Engenharia Florestal, Faculdade de Agronomia e Zootecnia e Faculdade de Medicina Veterinária; (5) Instituto de Saúde Coletiva, Faculdade de Enfermagem, Instituto de Biologia, Faculdade de Medicina, Faculdade de Nutrição e Engenharia de Alimentos; (6) Várzea Grande e Faculdade de Direito Cuiabá; (7) Instituto de Ciências Exatas e da Terra e Faculdades de Engenharias e Tecnologia e (8) Hospital Júlio Muller.

 

Parágrafo Único – A Comissão Eleitoral envidará todos os esforços para garantir o funcionamento das Seções Eleitorais descritas no parágrafo 1°. Contudo, na ocorrência da falta de sindicalizados(as), servidores(as) técnicos(as) administrativos e estudantes para a composição das seções eleitorais, fica a Comissão Eleitoral autorizada a reduzir e/ou redimensionar a localização e lista de votantes nas Seções Eleitorais.

 

Parágrafo Segundo – Fica autorizado, a partir da solicitação de sindicalizados(as) e anuência do Comissão Eleitoral a abertura de novas seções –desde que haja a garantia de membros da comunidade para composição da nova seção eleitoral.

 

Art. 24º - Em cada Seção Eleitoral, haverá uma Mesa Receptora, composta por um(a) (1) Presidente e um(a) (1) Mesário(a), indicados(as) pela Comissão Eleitoral.

§ 1º - O(A) Presidente da Mesa Receptora deverá ser, necessariamente, um(a) professor(a) da UFMT.

§ 2º - O(A) Mesário(a) da Mesa Receptora poderá ser um(a) servidor(a) técnico(a) administrativo ou um acadêmico(a) da UFMT, devidamente matriculado(a) na Instituição.

§ 3º– A Comissão Eleitoral poderá selecionar colaboradores(as) à atividade de Mesário(a), sem compromisso de convocação.

§ 4º -Só podem permanecer na Seção Eleitoral, além do(a) Presidente e do(a) Mesário(a), um(a) (1) fiscal de cada Chapa concorrente, e o(a) eleitor(a), que ficará durante o tempo necessário para votar.

§ 5º - A Mesa Receptora de cada Seção Sindical é responsável pela urna e pelos documentos relativos ao processo eleitoral, durante o dia da eleição e até que sejam entregues à Comissão Eleitoral.

 

Art. 25º - Na Seção Eleitoral deve existir, providenciado pela Comissão Eleitoral:

I              - Urna;

II            -Cédulas eleitorais;

III           -Folha de Ocorrência;

IV           -Lista específica para eleitor em trânsito;

V            -Cópia desse Regimento;

VI           -Lista de Eleitores(as) habilitados(as) para votar;

VII         -Nominata com a composição integral das Chapas a ser afixada na cabine de votação;

VIII       - Cabine indevassável;

IX           -Lacre para as urnas;

X             -Envelopes para o voto em trânsito;

XI           -Modelo de Ata de Votação;

XII         - Envelope para voto em separado.

 

Art. 26º - O(A) eleitor(a) habilitado(a) a votar – respeitadas as exigências constantes no Capítulo II – cujo nome não conste na Lista de Eleitores(as), poderá votar em separado, mediante apresentação de contracheque ou recibo de pagamento que comprove sua sindicalização e regularização financeira junto a ADUFMAT.

Parágrafo Único – Os votos em separado serão recolhidos em envelopes e depositados nas urnas, devendo o(a) votante assinar Lista de Votos em Separado, indicando a Seção Eleitoral e o Departamento e/ou Faculdade de origem.

 

SEÇÃO III

DO ATO DE VOTAR

 

Art. 27º - A eleição será realizada no dia 20/03/2019, nas Seções Eleitorais relacionadas no artigo 22, a partir das 08h00h até as 21h00h – horário local.

 

Art. 28º - Visando resguardar a lisura do pleito, o sigilo do voto e a inviolabilidade das urnas, devem-se adotar as seguintes providências:

I              - No início da votação, o rompimento do lacre da urna deve ser feito na presença dos(as) fiscais das Chapas;

 

Parágrafo Único – Na ausência de fiscais, o rompimento do lacre será feito na presença do(a) primeiro(a) eleitor(a), devendo ser registrado em Ata.

II            - A ordem de votação é a da chegada dos(as) eleitores(as);

III           - A identificação do(a) eleitor(a) será feita mediante a apresentação de documento com foto, reconhecido por lei, tais como: RG, CNH, Passaporte, Carteira da ADUFMAT e Carteira profissional;

IV           Identificado(a), o(a) eleitor(a) assinará a Lista de Presença e receberá cédula rubricada pelos(as) integrantes da Mesa Receptora;

V            O(A) eleitor(a) usará cabine indevassável para votar;

VI           - Ao final de cada período de votação, a urna será lacrada pelos(as) integrantes da Mesa Receptora e pelos(as)fiscais de Chapa;

VII         - A guarda do material de votação e da respectiva urna é de responsabilidade da Comissão Eleitoral;

VIII       - Ao término do último período de votação, a urna será lacrada e rubricada pelos integrantes da Mesa Receptora e pelos(as) fiscais de Chapa e, juntamente com o restante do material, deverá ser entregue à Comissão Eleitoral na sede do Sindicato e em suas respectivas subseções.

 

 

Art. 29º - O voto em trânsito obedecerá ao seguinte procedimento:

I              O(A) eleitor(a) assinará Lista específica na Seção Eleitoral do local onde se encontre, declarando por escrito a sua Seção Eleitoral.

II            - O voto será colocado em envelope que não contenha identificação e este em um segundo envelope que servirá de sobrecarta, numerado na sequência de ordem de chegada para votar.

 

SEÇÃO IV

DA FISCALIZAÇÃO

 

Art. 30º - É assegurado às Chapas a fiscalização dos processos de votação e de apuração das urnas, mediante a indicação de fiscais à Comissão Eleitoral.

§ 1º - As Chapas indicarão à Comissão Eleitoral, por meio de documento, os(as) sindicalizados(as) autorizados(as) a exercer a função de fiscal de votação, com uma antecedência de, no mínimo, 12 horas do início da votação.

§ 2º - Cada Chapa tem direito a indicar, no máximo, dois (2) fiscais por Mesa Receptora, com seus respectivos suplentes.

§ 3º - A indicação dos(as) fiscais de votação não pode recair sobre os(as) integrantes da Comissão Eleitoral ou da Mesa Receptora.

 

Art. 31º                É assegurada à cada Chapa a fiscalização da apuração dos resultados pela Comissão Eleitoral, mediante a indicação de fiscais.

§ 1º - As Chapas indicarão para a Comissão Eleitoral, por meio de documento, os(as) sindicalizados(as) autorizados(as) a exercer a função de fiscal de apuração dos resultados, até 12 horas antes do início previsto para a computação dos votos.

§ 2º - Cada Chapa tem direito de indicar até dois (2) fiscais, com seus respectivos suplentes.

§ 3º - A indicação dos(as) fiscais de apuração não pode recair sobre os(as) integrantes da Comissão Eleitoral ou da Mesa Receptora.

 

SEÇÃO V

DA APURAÇÃO

 

Art. 32º - Será considerada eleita a Chapa que obtiver a maioria simples dos votos válidos.

 

Art. 33º - A apuração dos votos nas Seções Eleitorais do campus de Cuiabá, iniciar-se-á, obrigatoriamente, no dia 20/03/2019, às 21:05h (horário de Mato Grosso) e deverá ser encerrada até a conclusão da contagem dos votos.

§ 1º – Nos campi do Araguaia e Sinop, a apuração será feita pelos(as) integrantes da Mesa Receptora.

§ 2º - Nos campi do Araguaia e Sinop, a apuração iniciar-se-á, obrigatoriamente, no dia 20/03/2019, às 21:05h (horário de Mato Grosso), e deverá ser encerrada até a conclusão da contagem dos votos.

§ 3º - O resultado final da votação nos campi do Araguaia e Sinop deverá ser encaminhado para a Comissão Eleitoral, por meio de documento padrão enviado por fax ou e-mail, após conclusão da contagem dos votos.

 

Art. 34º - As urnas somente serão abertas após a constatação da integridade do lacre, da presença da respectiva Lista de Eleitores e da Folha de Ocorrência.

Parágrafo Único - Iniciada a apuração, os trabalhos somente serão interrompidos após a proclamação dos resultados parciais.

 

Art. 35º - Cópias dos mapas eleitorais das Seções Sindicais somente serão liberados aos fiscais de Chapa após a sua apuração pela Comissão Eleitoral.

 

Art. 36º - Será anulada a urna que:

I - Apresentar, comprovadamente, sinais de violação.

II - Não estiver acompanhada das respectivas Listas de Eleitores – com as devidas assinaturas dos(as) eleitores(as) – e Folha de Ocorrência.

 

Art. 37º - Será anulada a cédula que:

I - Não contiver a rubrica dos(as) integrantes da respectiva Mesa Receptora.

II - Não corresponder ao modelo oficial.

 

Art. 38º - Serão considerados nulos os votos que contiverem:

I - Mais de uma Chapa assinalada.

II -Rasuras de qualquer espécie.

III -Quaisquer caracteres que permita identificação.

 

Art. 39º - As cédulas apuradas serão conservadas sob guarda da Comissão Eleitoral, ficando alocada na sede da Adufmat-S.Sind. e de suas Subseções, até a proclamação do resultado final e o prazo regimental para a impetração e análise de recurso.

 

SEÇÃO VI

DOS RECURSOS

 

Art. 40º - Qualquer recurso deverá ser apresentado à Comissão Eleitoral, no máximo, até as 17:00h do dia 21/03/2019, por meio escrito.

§ 1º - Qualquer recurso somente será objeto de análise da Comissão Eleitoral, quando devidamente formalizado a partir de provas e argumentos adequados ao presente Regimento.

§ 2º - A Comissão Eleitoral, encerrado o prazo estabelecido no caput desse artigo, deverá, no prazo máximo de até 24h (vinte e quatro horas), deliberar sobre os recursos apresentados e publicar os resultados.

 

Art. 41º - Às deliberações da Comissão Eleitoral, conforme previsto no artigo 8º desse Regimento, cabe recurso à Assembleia Geral da ADUFMAT.

§ 1º – Em caso de recurso à Assembleia Geral, a mesma deverá ser convocada em caráter extraordinário, no prazo de 48 horas após manifestação oficial de inconformidade com o despacho da Comissão Eleitoral.

§ 2º - Em caso de Recurso à Assembleia Geral, deverá o(a) impetrante manifestar, oficialmente, sua inconformidade, no prazo de 72h (setenta e duas horas) após a divulgação do despacho.

 

CAPÍTULO VII

DA POSSE

 

Art. 42º - A Diretoria eleita para o biênio 2019-2021 será empossada no dia 09/04/2019, no Auditório da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, em Assembleia Geral para esse fim.

Parágrafo Único – O mandato da Diretoria eleita para o biênio 2019-2021 encerrar-se-á no dia 09 de abril de 2021.

CAPÍTULO VIII

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

Art. 43º - O descumprimento de quaisquer das normas eleitorais implicará a anulação do registro da Chapa pela Comissão Eleitoral.

 

Art. 44º - Os recursos materiais e financeiros necessários para levar a cabo as eleições para a Diretoria da ADUFMAT, serão providos pela Tesouraria da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, mediante solicitação do(a) Presidente da Comissão Eleitoral.

Parágrafo Primeiro- A Comissão Eleitoral deverá, em tempo hábil, apresentar à Diretoria da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, o cronograma das atividades e despesas previstas para todo o processo eleitoral.

Parágrafo Segundo - No prazo de 10 dias após a promulgação do resultado final da eleição, a Comissão Eleitoral apresentará à Diretoria da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, o relatório financeiro do processo eleitoral.

 

Art. 45º Será assegurado a três (3) membros de cada Chapa concorrente, assim como a um(a) membro da Comissão Eleitoral, a cobertura das despesas de deslocamento, diárias e em caso de necessidade, hospedagem, para a participação dos debates agendados para os campi do Araguaia e Sinop.

Parágrafo Único – Os(As) três membros representantes de cada Chapa concorrente terão direito a três diárias para a participação de atividades nos campi.

 

Art. 46º - A Assessoria Jurídica da ADUFMAT – Seção Sindical do ANDES-SN, estará à disposição da Comissão Eleitoral durante todo o processo eleitoral.

 

Art. 47º - A proclamação final dos resultados será feita pela Comissão Eleitoral somente depois de esgotados todos os prazos estabelecidos no Capítulo VI desse Regimento.

 

Art. 48º - Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Eleitoral, com base no Regimento da ADUFMAT e no Estatuto do ANDES-SN.

 

 

Cuiabá/MT, 12 de fevereiro de 2019.

 

 

 

Titulares da Comissão Eleitoral

 

Gisele Mocci (Haya Del Bel)

Clarianna Martins Baicere Silva

Adriana Queiroz do Nascimento Pinhorati

 

Suplentes da Comissão Eleitoral

 

Breno Ricardo Guimaraes Santos

Reginaldo Silva de Araujo

José Ricardo de Souza

 

 

E-mail da Comissão Eleitoral (2019): O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

ANEXO I

DO CALENDÁRIO DO PROCESSO ELEITORAL (2019)

 

13/02 a 19/02

Período de inscrição de chapas

19/02

Publicação das chapas deferidas

20/02 e 19/03

Período para realização de campanha eleitoral e debates

20/03/2019

Data da eleição

25/03/2019

Publicação do resultado final

09/04/2019

Assembleia de posse da nova diretoria

 

 

 

 

 

ANEXO II

 

FICHA DE INSCRIÇÃO PARA AS ELEIÇÕES DA ADUFMAT

 

ELEIÇÕES DA ADUFMAT – 2019/2021

 

FICHA DE INSCRIÇÃO PARA ELEIÇÕES

DA ADUFMAT-SSIND

 

Vimos através desta requerer a inscrição da chapa: _________________________________________________________________________________, para concorrer às eleições para a Diretoria da Adufmat – Seção Sindical do Andes, gestão 2019-2021.

 

TITULARES

NOME

ASSINATURA

Diretor(a) geral

 

 

 

Diretor(a) geral adjunto

 

 

 

Diretor(a) secretário(a);

 

 

 

Segundo(a) diretor(a) secretário(a) (Facultativo)

 

 

 

Diretor(a) para assuntos de aposentadoria e seguridade social

 

 

Diretor(a) Tesoureiro(a)

 

 

Segundo (a) Diretor(a) Tesoureiro(a) (Facultativo)

 

 

Diretor(a) de comunicação

 

 

Diretor(a) de assuntos socioculturais

 

 

 

Cuiabá-MT, ____ de ____________ de 2019.

 

_______________________________________________

Assinatura do(a) Candidato(a) Diretor(a) Geral

 

ANEXO III

 

 

FICHA DE INSCRIÇÃO PARA AS ELEIÇÕES DA ADUFMAT

 

 

ELEIÇÕES DA ADUFMAT – 2019/2021

 

 

FICHA DE INSCRIÇÃO PARA ELEIÇÕES

DA ADUFMAT-SSIND

 

 

Vimos através desta requerer a inscrição da chapa: _________________________________________________________________________________, para concorrer às eleições para a diretoria de Subseções Sindicais, gestão 2019-2021.

 

 

TITULARES

NOME

ASSINATURA

Coordenador(a) geral

 de subseção

 

 

 

Coordenador-secretário(a)

de subseção

 

 

 

Coordenador-tesoureiro(a)

de subseção

 

 

 

 

Cuiabá-MT, ____ de ____________ de 2019.

 

 

_______________________________________________

Assinatura do(a) Candidato(a) Diretor(a) Geral

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

Terça, 23 Outubro 2018 10:51

 

 

            Vivemos tempos sombrios, cuja memória nos remete aos anos de chumbo, quando proibir era o verbo mais usado. Tempos em que ao invés do embate político, havia a tortura nos porões. Tempos em o direito de divergir era calado pelo medo, e que o espaço da liberdade pública (imprescindível à política) inexistia. Tempos em que a liberdade de aprender e ensinar se limitava à disciplina de Moral e Cívica. Tempos em que as universidades viram seus livros confiscados e/ou queimados, e seus professores, estudantes e técnicos perseguidos. Tempos em que a força das armas impunha-se à força dos argumentos.

Tempos em que a ADUFMAT, fundada em 05/12/1978, presenciou sua Primeira Diretoria sofrer intervenção, quando seus diretores foram destituídos dos cargos, e uma Junta Governativa assumiu a partir de 20/11/1979. Tempos de demissão e de afastamento de docentes de seus cargos e de suas atividades. 

Esses tempos que esperávamos ter superado em meados da década de 1980, apresentam-se, agora, como alternativa eleitoral representativa do “novo” e do “diferente”. Um discurso cuja novidade está construída sobre os mais antigos discursos de ódio a todos aqueles que ousem ser e/ou pensar diferente. Como ‘novo’ somente o prefixo que antecede sua definição. Lamentavelmente, esse discurso neofacista tem inspirados as mais terríveis manifestações de ódio racista, LGBTfóbico, xenófobo, que avançam de ataques verbais a ataques físicos contra aqueles que assumem posições diferentes.

Diante desse quadro, cujas perspectivas remetem ao passado de chumbo que deve ser totalmente rechaçado, a Diretoria da ADUFMAT-S.Sind. do ANDES/SN vem a público manifestar-se integralmente em defesa da democracia, dos direitos humanos e sociais e da solidariedade social.

 

                                               Cuiabá/MT, 23 de outubro de 2018.

 

                                           ADUFMAT de Luta: Autônoma e Democrática

                                     Gestão 2017-2019

Quinta, 30 Agosto 2018 18:51

 Foto: categoria discute alterações no Regimento da Adufmat-Ssind no final de 2017, considerada uma das ações mais importantes da atual diretoria. 

 

Desde o início da gestão “Adufmat de Luta, Autônoma e Democrática”, a diretoria da Seção Sindical do ANDES Sindicato Nacional na Universidade Federal de Mato Grosso se reúne ordinariamente uma vez por mês para debater as demandas da categoria. 

 

Para além da rotina quase diária no sindicato, diretores de Cuiabá, Araguaia e Sinop organizam suas agendas - que incluem todas as atividades normais de qualquer docente: aulas, orientações, pesquisas, publicações, entre outros - e passam um final de semana trabalhando exclusivamente as questões políticas e administrativas relativas à entidade.

 

Foi assim mais uma vez este final de semana. Entre os dias 23, 24 e 25/08, os diretores se reuniram novamente para discutir, entre outras coisas, análise de conjuntura, prestação de contas, questões relacionadas aos funcionários e ao escritório de contabilidade, estrutura física de trabalho e as sugestões do GT de Seguridade Social e Assuntos de Aposentadoria de melhorias no entorno da sede da Adufmat-Ssind, III Encontro Nacional de Educação (ENE), solicitações de ajuda financeira, calendário de eventos 2018/2 e pendências de reuniões anteriores. No primeiro dia de atividades a reunião foi ampliada, reunindo também os representantes das subseções sindicais de Sinop e Araguaia.

 

“Nós estamos tendo um ano de muita efervescência e buscamos fazer análises de conjuntura que dêem conta de desvendar essa realidade que nós vivenciamos para, a partir delas, atualizar as ações do sindicato”, explica a diretora Adriana Pinhorati.

 

De acordo com a docente, a dinâmica de trabalho do grupo tem sido fundamental para dar encaminhamento às ações. “Não sei como eram as outras gestões, mas desde quando assumimos nós decidimos que faríamos uma reunião mensal, preferencialmente na última sexta e sábado de cada mês. Ao longo desse ano nós buscamos organizar, revisar contratos, salários de trabalhadores da Adufmat-Ssind, entre outras inúmeras questões que envolveram a nossa participação nas discussões sobre o Restaurante Universitário, por exemplo, as demandas das assembleias, nunca deixamos de pautar os 28,86%, entre outras lutas encampadas pelos docentes”, afirmou.

 

A professora explica, ainda que partir dessas reuniões, a diretoria encaminha resoluções que são dispostas em circulares (clique aqui para ler as circulares).

 

Para a diretora Onice Dall’Oglio, as reuniões ordinárias são importantes para organização e integração da categoria. “Nesses momentos nós participamos do processo de tomada de decisões acerca dos rumos do sindicato e da própria política sindical, e efetivamos a integração entre os docentes, porque apresentamos as demandas específicas dos campi. Pelo menos nessa gestão, a dinâmica de reuniões permitiu que nós conseguíssemos articular melhor as ações, além de estreitar os laços entre capital e interior”, afirmou a docente, lotada no campus de Sinop.

 

Para Dall’Oglio, alguns dos principais avanços ocasionados por esse trabalho foram a organização administrativa do sindicato, definindo algumas normas internas, inclusive para os funcionários, a alteração do Regimento para garantir a participação dos professores do interior nas assembleias, computando seus votos e a prestação detalhada das contas.

 

A docente ressaltou, ainda, a aproximação da base nos últimos meses. “Eu acredito que a gente avançou bastante em termos de organização do sindicato, além da articulação política nas ações. E isso acabou trazendo mais pessoas para perto da Adufmat-Ssind. Tivemos um número maior de sindicalizados. Claro que a ação dos 28,86% teve um papel importante nesse sentido, mas acho que a aproximação também decorre da nossa organização e atuação”, afirmou.

 

Para Penhorati, a integração da categoria também está sendo um dos principais efeitos da metodologia utilizada pela diretoria. “Trabalhar esse coletivo que envolve também as representações das subseções do Araguaia e Sinop foi umas das principais questões, buscando manter a categoria unida e articulada, encaminhando as propostas e pensando os rumos da Adufmat-Ssind”, disse a docente.

 

O presidente do sindicato, Reginaldo Araújo, destaca ainda outras ações importantes. “A diretoria conseguiu avançar nas estratégias que consolidaram Grupos de Trabalho (GT’s) que estavam desativados, como o de Carreira e de Políticas Educacionais, além da efetivação da compra do material de vídeo conferência que viabiliza a participação direta dos professores de todos os campi nas assembleias e em outras atividades, a realização de eventos culturais como as edições do Lusco Fusco, e também os materiais em alusão aos 40 anos do sindicato, que incluem cadernos impressos e um vídeo documentário”, comentou o docente.

 

 

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind

Quarta, 04 Julho 2018 15:19

 *Atualizada às 11h26 do dia 05/07/18 para correção de termos jurídicos 

 

A conquista dos 28,86% para o conjunto dos professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) é mérito do sindicato. Desde o início da década de 1990, é em virtude da luta da Adufmat-Ssind que docentes (inclusive aqueles que ingressaram muitos anos depois) conquistaram esse direito. E mesmo professores que muitas vezes maldizem a entidade sindical ou atuam contra ela desfrutaram desse direito que resulta da luta coletiva organizada pelo sindicato.

           

Porém, enquanto a Adufmat-Ssind defende o direito dos professores, há muitos outros a lhe confrontar esse direito. Muitas vezes, contam com a omissão ou a conivência de professores. Essa é a longa (e inconclusa) história da conquista dos 28,86%.

 

De trás para frente, podemos dizer que o capítulo atual começou a ser escrito no dia 17 de maio de 2018, embora as razões e os desdobramentos não se resumam a essa data. Assim, depois de inúmeras tentativas fracassadas de retirar dos professores o direito aos 28,86%, a UFMT, por meio da Procuradoria Federal junto à instituição, conseguiu com que o Juiz Cesar Bearsi emitisse sentença extinguindo a “obrigação de fazer” outrora determinada; isto é, suspendendo o pagamento do percentual conquistado pela categoria. 

 

Nesse sentido, não causa surpresa o empenho da Procuradoria, visto que, após perder o processo pela inobservância dos prazos, a suspensão do pagamento tem sido objetivo perseguido quase que diariamente pelo procurador responsável, Osvalmir Pinto Mendes. No entanto, é injustificável a forma de atuação do Procurador que, numa agilidade que nos causou estranheza, fez com que a folha de pagamento dos docentes relativa ao mês de maio de 2018, já concluída e encaminhada para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), fosse refeita.

 

Para a Adufmat-Ssind, o empenho do procurador Osvalmir Pinto Mendes, nesse caso, extrapola qualquer espécie de bom senso plausível e aproxima-se da crueldade, na medida em que a Folha já se encontrava no MPOG e a UFMT sequer havia sido notificada oficialmente. Indiferente à situação na qual a maioria dos professores se encontra, com o salário defasado e totalmente comprometido (inclusive com consignados), em nenhum momento o Procurador parece ter pensado no que significa a todos os docentes e seus familiares serem surpreendidos com o corte de 28,86% a aproximadamente 10 dias do recebimento do salário. Ou pior, talvez tenha plena consciência e, nessas condições, seu “empenho” aproxima-se do sadismo.

 

Conforme a Lei Orgânica da Advocacia Geral da União (LC 73/93) compete à Procuradoria Geral da União (PGR), subordinada à AGU, única e exclusivamente as “atividades de consultoria e assessoramento jurídicos ao Poder Executivo”. Compreendendo que o termo “assessoria” está relacionado ao auxílio em determinada questão, e “consultoria” diz respeito tão somente a conselho ou parecer sobre algo, podemos concluir que a PGR não tem respaldo legal, muito menos legitimidade, para sobrepor-se à Universidade, que é a titular constitucional de autonomia não somente didático-científica, mas também administrativa e de gestão financeira, conforme determina o artigo 207 da Constituição Federal/1988.

 

Assim sendo, resta uma questão fundamental: por que as diversas administrações da UFMT têm tolerado ações que, segundo reiterados relatos, se sobrepõem ao Reitorado, inclusive com ordens diretas aos servidores da Secretaria de Gestão Pessoal (SGP), sem o conhecimento prévio da Administração Superior?

 

Afinal, se a Universidade goza de autonomia e a PGR constitui-se em órgão de assessoria e defesa legal da instituição, não é possível que a Reitoria mantenha como parte de sua assessoria um procurador que desperta na maioria dos docentes da UFMT o sentimento de ação persecutória, inclusive por abordagens em espaços fora da Universidade, reiterando sua determinação em retirar da categoria o direito aos 28,86% e, também, forçar a devolução dos valores já recebidos.

 

No recente episódio de criminalização dos estudantes, com o envio da lista de estudantes dos cursos do Serviço Social e de História (incluindo nome completo, CPF e RGA), durante a greve estudantil pelo RU universal, outra vez a Administração Superior tentou eximir-se da responsabilidade, atribuindo à PGR a autonomia da ação. Afinal, a quem convém a independência da PGR? Se a atual gestão estivesse determinada a negociar com os estudantes e não a criminalizá-los, poderia a PGR atuar nesse sentido? Então, quem gere a Universidade não é mais a Reitoria, mas a PGR!

 

Mas, então, a Administração Superior está em claro desrespeito ao Art. 22 do Estatuto da UFMT que, de forma inequívoca, determina que “os pró-reitores, o procurador geral, o auditor geral, os assessores e chefe de gabinete serão designados pelo Reitor.” Isto é, é uma prerrogativa que, mais uma vez, corrobora a autonomia universitária. Nos parece, portanto, que a renúncia a essa prerrogativa parece ter sido a opção das últimas reitorias da UFMT.

 

Diante de tudo isso, colocar o procurador Osvalmir Pinto Mendes em disponibilidade é conditio sine qua non para a retomada da gestão administrativa e política por parte da Reitoria que, com tantos equívocos de condução nos últimos tempos, precisa retomar a capacidade efetiva de diálogo e de gestão com a comunidade acadêmica, servindo àqueles que a elegeram e não àqueles que a nomearam.

 

Para além do Procurador e da própria Administração Superior da UFMT, também as contradições do Juiz César Bearsi causam perplexidade e indignação. Primeiramente porque se trata de direito adquirido, na medida em que o processo transitou em julgado e, portanto, não admite mais recurso quanto ao mérito. Como dito anteriormente, a sentença do último dia 17 de maio traz argumentação e conclusões que vão na contramão da compreensão que o próprio magistrado vinha pontuando até então.

 

Relembrando o início do processo, que pleiteava o direito isonômico ao reajuste salarial concedido aos militares no início dos anos 90, os professores da UFMT, em razão da ação impetrada pela Adufmat – Seção Sindical do ANDES Sindicato Nacional, conquistaram o direito em 1996, quando o processo transitou em julgado - ou seja, foi concluído. A partir desse momento, a fase de execução discutiria apenas quem receberia – os que já estavam no processo ou também os docentes de entraram na Universidade depois desse período.

 

De lá para cá, depois de muitos recursos e descumprimento de sentenças - inclusive com interferência de órgãos fiscalizadores como o Tribunal de Contas da União (TCU) e outras perseguições individuais - a segurança jurídica permanece ameaçada, posto que o direito transitado em julgado encontra dificuldades em se efetivar.

 

Vale destacar que, em abril de 2016, o Juiz Bearsi determinou o pagamento a todos os docentes da Universidade. Mediante descumprimento da instituição, reafirmou a decisão em junho do mesmo ano, aplicando, inclusive, multa institucional e pessoal à reitora Maria Lúcia Cavalli Neder, que se furtava a cumprir a sentença. Naquela oportunidade, o magistrado declarou que a discussão de mérito que a Instituição tentava impor tinha o único propósito de protelar o pagamento e, portanto, configurava litigância de má-fé. 

 

Dois anos depois, de forma inexplicável, e desconsiderando prática contumaz do Judiciário de solicitar parecer de perito contábil, o próprio Juiz apresentou cálculos pessoais para fundamentar a própria tese de que o percentual conquistado já fora absorvido por reajustes salariais obtidos pela categoria. Os cálculos efetuados por César Bearsi, extraídos de planilhas apresentadas tanto pela UFMT quanto pela Adufmat-Ssind (desta última produzida com auxílio de perícia contábil), são justificados a partir da metodologia utilizada, conforme consta na sentença: “conta simples realizada pelo Juízo no editor de planilhas Excell [sic], utilizando os valores indicados pelas partes”.

 

Nos é incompreensível que o mesmo Juiz que reconheceu, por diversas vezes, o direito transitado em julgado, manifeste-se, agora, em contradição com as próprias convicções. Afinal, como um direito adquirido, que assegura reajuste salarial de 28,86% pode ter sido absorvido por qualquer correção e/ou aumento salarial posterior? Qualquer atualização salarial incide sobre o salário já reajustado. Desta forma, sob todos os aspectos analisados, é no mínimo incrível que o mesmo Juiz, agora, tenha determinado a suspensão do pagamento do direito adquirido a todos os docentes da UFMT.

 

Além disso, o Magistrado, a partir de cálculos via “Excell”, obtém resultados diferentes daqueles apresentados tanto pelo sindicato dos docentes quanto pela Universidade. Para isso, inclusive, transforma correção de 5%, em 2006, em ganho superior a 50%, porque considera como reajuste outras gratificações individuais.

 

A própria Universidade, mesmo apelando para o não pagamento do percentual, admite nos seus cálculos que a discussão sobre a incorporação dos 28,86% poderia ter sido feita até 2009, pois a absorção só teria se dado a partir de reajustes efetuados em fevereiro daquele ano. Os cálculos do Juiz, no entanto, apontam que já em 2006 os reajustes superaram os 28%, ultrapassando, assim, os 50%.

 

Observa-se aí um esforço significativo para impedir o recebimento de direito adquirido por parte de quem, inclusive, atuou anteriormente para garantir. E, nesse esforço, incorporações individuais e desiguais – como Retribuição por Titulação – foram consideradas reajustes. Nesse aspecto, Juiz e UFMT trabalham sob a mesma lógica, como se a capacitação que faz parte da carreira docente correspondesse a reajuste salarial.

 

“Nós não entendemos o porquê de todos esses equívocos. Além de nós termos ganhado o processo em 1996, em 2013 o Tribunal Regional Federal, por meio de um colégio de juízes, reconheceu o direito de todos os docentes ao percentual. O Juiz César Bearsi vinha garantindo o direito e, inclusive afirmou, por diversas vezes, que a UFMT não tinha mais espaço para discutir mérito. Chegou a apontar litigância de má-fé por parte da instituição justamente por causa disso. É desesperador, de uma hora para outra, ser privado de um direito adquirido na Justiça, e que representa quase 30% do seu salário”, asseverou o presidente da Adufmat – Ssind, Reginaldo Araújo.

 

Diante dessa situação desesperadora para mais de 3 mil docentes e suas famílias, a Adufmat-Ssind e o ANDES-SN tomaram duas atitudes imediatas. Na esfera jurídica, protocolaram Embargos de Declaração para o revisão da decisão do juiz da execução, e ato continuo protocolou no dia 30/05/2018, uma reclamação (recurso) junto ao Desembargador no TRF 1, responsável pelos Embargos a Execução (ação principal) informando a decisão equivocada do Juiz Cesar Bearsi, desrespeitando Acórdão proferido pelo TRF1, com pedido de liminar. Do ponto de vista político, denunciou os equívocos e impactos dessa decisão por meio da imprensa. Dessa forma, entre o final de maio e início de junho, várias matérias foram publicadas em diversos sites e jornais de Mato Grosso.

 

No último dia 15 de junho, corroborando as reduzidas expectativas dos advogados quanto à possível revisão de sua sentença, o Juiz Bearsi rejeitou os Embargos de Declaração, prolongando o sentimento de insegurança jurídica e de indignação da categoria, para instância superior TRF1, onde aguarda decisão da liminar da reclamação, para que este equivoco jurídico seja sanado o mais breve possível.

 

Nessa história, que já dura mais de 24 anos, o Sindicato sempre soube do lado de quem deve estar e nunca poupou esforços para fazer valer o direito dos professores. Entretanto, são muitas as frentes que atuam no sentido de privar os docentes dos seus interesses e direitos. À Reitoria e ao conjunto da Administração Superior, composta em sua maioria por professores, cabe compreender que os cargos administrativos são passageiros, mas a docência é profissão.

 

Além disso, é preciso que a Reitoria assuma a autonomia que lhe assegura a Constituição e coloque em disponibilidade o procurador Osvalmir Pinto Mendes, cuja atuação é historicamente persecutória quanto aos professores da UFMT.

 

Por fim, resta reafirmar à categoria que a assessoria jurídica do Sindicato está providenciando todas as medidas cabíveis para restabelecer o pagamento. “Nossa expectativa é conseguir reverter o corte na próxima instância, no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, TRF1, considerando que se trata de direito adquirido, reconhecido em 1996, quando o processo de conhecimento transitou em julgado”, assegurou o advogado responsável pelo caso, Alexandre Pereira.

 

 

A Diretoria da Adufmat-Ssind

 

 

 

Terça, 22 Maio 2018 12:09

  

Atualizada às 8h do dia 04/06/18, para correção do número da circular - 12, e não 13.

 

DATA:

26 de abril/2018

 

ATA REUNIÃO AMPLIADA GT’S:

1ª Reunião Ampliada GT’s

ASSUNTO:

Teto Anual de Gastos GT’s

 

 

 

  1. GT’s apresentarão proposta de atividades e respectiva estimativa de custos para o ano de 2018;
  2. O prazo para entrega da proposta para 2018 deverá ser entregue até o dia 30 de maio/2018;
  3. Dentro do possível, as propostas de cada GT devem privilegiar atividades conjuntas entre os GT’s;
  4. Estabelecido o teto de R$ 10.000,00 de gastos anuais para cada um dos GTs orgânicos da ADUFMAT;
  5. Valores superiores ao teto estabelecido deverão ser aprovados em Assembleia Geral;
  6. Para os eventos nacionais de cada GT será assegurada a participação para até duas pessoas, conforme deliberação de Assembleia, mesmo quando implicar exceder o teto previsto para cada GT;
  7. Participação de mais de duas pessoas nos Eventos Nacionais promovidos pelos GTs deverá ser autorizada por Assembleia Geral.

 

 

 

Gestão ADUFMAT DE LUTA: AUTÔNOMA E DEMOCRÁTICA(2017-2019)

 

 

 

Sexta, 24 Março 2017 17:17

 

            Em 1944, o livro “O caminho da Servidão”, de Friedrich von Hayek, não obteve a ressonância social desejada por aquele considerado o pai do novo liberalismo. Com a crise do início da década de 1970 e a ascensão de governos conservadores nos países capitalistas centrais (como Thatcher e Reagan, em 1979 e 1981, respectivamente), o Neoliberalismo deixou os livros para assumir forma real, transformando-se em projeto societário hegemônico mundo a fora.

            Na essencialidade do projeto neoliberal, as crises do capital são de responsabilidade das organizações coletivas dos trabalhadores, especialmente dos sindicatos. Afinal, como dizem os neoliberais, quando os sindicatos, através da organização e mobilização dos trabalhadores, avançam na conquista de direitos (como por exemplo, piso salarial por categoria profissional), eles retiram do âmbito das relações de mercado (a chamada “lei da oferta e da procura”), a exclusividade pela remuneração da força de trabalho (salário). Para o Neoliberalismo, portanto, é o “excesso” de demandas da sociedade civil e, particularmente, dos trabalhadores, que torna o Estado hipertrofiado e deficitário.

Além do “gigantismo” do Estado, afirmam os novos liberais que a ação dos sindicatos e outras organizações dos trabalhadores desestimulam os empresários a investir produtivamente, na medida em que lhes é mais lucrativo investir em especulação financeira. Não por acaso, junto à criminalização das lutas coletivas, há a recorrente “denúncia” quanto aos “excessos” e/ou impropriedade da legislação trabalhista.

 Consequentemente, para o projeto societário Neoliberal, há um conjunto de medidas imprescindíveis e inadiáveis que precisa ser efetivado: 1)Quebrar a espinha dorsal” dos sindicatos e demais organizações coletivas dos trabalhadores, de maneira a quebrar qualquer instrumento coletivo de resistência e luta; 2) Privatizar de forma generalizada para “reduzir” o tamanho do Estado, caracterizado como “ineficiente, incompetente e corrupto”; 3) Atacar, ininterruptamente, o funcionalismo público, associado ao privilégio, à burocracia e à ineficiência; 4) Mercantilizar todas as relações societárias, a partir das quais a “mão invisível” do mercado atua para equilibrar as disputas entre indivíduos e grupos; 5) Reformar o Estado, inclusive com a transformação de direitos constitucionais em “serviços”, cujo acesso depende das possibilidades de pagamento dos cidadãos (vide o desmanche da Saúde e da Educação Pública e da Previdência Social); 6) Substituir políticas sociais universalistas pela instituição de políticas focalizadas e exclusivas aos segmentos sociais em situação de vulnerabilidade (dentre as quais, no Brasil, o Bolsa Família é o Programa mais conhecido); 7) Mudar a legislação, de maneira a assegurar as reformas necessárias à liberalização irrestrita das relações societárias, especialmente no que concerne à retirada de garantias constitucionais socialmente protetivas; 8) Qualificar como “privilégio” direitos sociais e trabalhistas arduamente conquistados; 9) Criminalizar movimentos sociais e lutas coletivas; e, por fim, como coroamento de todas essas iniciativas, 10) Apelar, incansavelmente, pelo Ajuste Fiscal, pela Responsabilidade Fiscal  e pelo combate ao Déficit Público.

Na implementação desse Projeto, a crítica ao chamado “caminho da servidão” transformou a “servidão como caminho” de via exclusiva para os trabalhadores. Afinal, na concepção, análise e proposituras do Neoliberalismo não há espaço para a crítica às organizações de classe do capital. Coerentes com esses interesses, os novos liberais nada dizem quanto à renúncia fiscal que privatiza dinheiro público, aos juros subsidiados para o capital e à sonegação de grandes empresas; silenciam quanto à dívida pública e à política tributária progressiva.

Esse é, em síntese, o ideário que norteia a entrevista de um jovem advogado e professor, responsável pela promoção de um Instituto Liberal em Mato Grosso, que recentemente concedeu entrevista ao MídiaNews. De acordo com ele, o funcionalismo público é uma “casta abençoada e privilegiada” e os sindicatos não passam de espaços formados por sindicalistas que invejam o capitalista, “porque vive[m] de quem produz”. Sentencia que se os sindicatos quisessem lutar por direitos, iriam reivindicar “eficiência [...] diminuição da carga tributária [...] diminuição do Estado”. Ele, porém, não define qual tipo de eficiência está prescrevendo, nem tampouco para quem o Estado deve ser reduzido ou qual política tributária defende.

Como se conhece qual a lógica e os interesses que movem os novos liberais, não é preciso muito esforço para entender que o que o entrevistado promove é a eficiência associada à iniciativa privada em contraposição à proclamada ineficiência estatal; a redução de carga tributária para o capital, cujo eixo está, justamente, na redução de “encargos trabalhistas” e pagamento de impostos (isto é, manutenção e aprofundamento da lógica tributária regressiva: quem tem mais paga menos; quem tem menos, paga mais).

Consequentemente, a diminuição do Estado não é para o capital - que dele se serve desavergonhadamente, embora se autoproclame liberal -, mas para as políticas públicas sociais. Por isso tanto empenho em satanizar o Estado, atacar as organizações coletivas dos trabalhadores, reclamar do “excesso” de democracia e do “poder” dos sindicatos. Afinal, como exortou o advogado quando questionado sobre o RGA, o governo Taques “não deveria ter concedido nada”, pois apesar de reconhecer que é uma garantia legal, “também está na lei que não se pode descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal”. Portanto, segundo ele, “faltou tenacidade ao Governo.”

De forma coerente com seu universo ideológico e seu compromisso de classe, entre uma lei que define limites para os gastos públicos (sem considerar, por exemplo, os impactos da Lei Kandir nas receitas do Estado) e a lei que obriga o pagamento de direitos aos trabalhadores, aquela deve se sobrepor a essa. Simples assim. Afinal, para quem declara que o servidor deveria ingressar no Serviço Público por “vocação”, seria conveniente que os servidores simplesmente avalizassem a política de preservação dos interesses do capital, sem reclamar. Não é coincidência, portanto, que Margareth Thatcher seja reverenciada porque “peitou as greves”. Trata-se de uma maneira interessante de explicar a história e, principalmente, ignorar os retrocessos sociais, caracterizados por alguns estudiosos como “austericídio”. Registre-se que para o entrevistado, a “sensibilidade” social do pensamento liberal conservador está demonstrada pela posição contrária ao aborto.

A observância da Lei, nesses termos, não é principalista, mas seletiva. Entre os direitos fundamentais que devem ser assegurados a todos (nos quais se incluem liberdade, trabalho, dignidade e outros) e os interesses do capital, há que submeter aqueles a esses. Entre os direitos coletivos e os ganhos do capital, há que garantir a prevalência desses, mesmo que ao custo social daqueles. Como decreta o entrevistado: “É preciso cortar todos os benefícios”, inclusive reajustes salariais de servidores.

Não por acaso, o jovem professor advoga contra o “câncer que se espalha” e que tem “empestado” as universidades (inclusive a UFMT) com “um pensamento totalitário, arbitrário, autocrata e alheio à realidade”. Vivendo em um “mundo paralelo”, as universidades, segundo ele, “estão tolhendo o livre pensamento, a liberdade de ideias, a liberdade das pessoas”. Qual o responsável por esse câncer que está “empesteando” as universidades? O marxismo. Qual a solução para extirpar o câncer, segundo o professor? A Escola Sem Partido. Isto é: façamos das escolas e universidades o espaço das mordaças, onde o conhecimento e a crítica são criminalizados em nome de uma falsa neutralidade!

Afinal, como revela o clássico “O nome da Rosa”, conhecimento é poder. Socializá-lo é um atentado àqueles que detêm o poder e, em seu interesse, atuam e amordaçam. Mas, é óbvio, tudo em nome da “liberdade”... De alguns.

Ante o reconhecimento das dificuldades para convencer jovens a aderir ao pensamento liberal conservador, o professor atribui à imaturidade, à inexperiência e à falta de leitura dos jovens as condições que permitem “à esquerda” vender ilusões e oferecer “um paraíso terreno”.  Para resolver isso recupera Nelson Rodrigues, e dá um conselho: “Jovens, envelheçam”.

Ao final, só resta um questionamento incômodo: O que será que quis dizer o jovem advogado e professor, quando declarou: “Basta ver porque as boas cabeças preferem ir para o funcionalismo público ao invés da iniciativa privada”?

 

Grupos de Trabalho de Política de Formação Sindical (GTPFS) e Diretoria da Adufmat-Ssind

 

Cuiabá, 23 de março de 2017. 

Sexta, 24 Fevereiro 2017 18:50

 

Duas chapas devem disputar a diretoria da Adufmat-Seção Sindical do ANDES, biênio 2017-2019. O prazo de inscrição foi encerrado nessa sexta-feira, 24/02, às 17h. Os dois grupos que demonstraram disposição para a tarefa protocolaram a documentação nas últimas horas do período estabelecido para o registro.  

 

Os componentes das chapas, no entanto, só serão conhecidos após a divulgação oficial das inscrições homologadas pela Comissão Eleitoral, na próxima quinta-feira, 02/03. A data, anteriormente marcada para 01/03, foi alterada pela Comissão Eleitoral nessa sexta-feira (24/02). Acompanhe aqui o Regulamento e suas retificações.   

 

A partir do dia 04/03, após prazo de recurso para eventual indeferimento de candidatura, e com a publicação final das chapas deferidas, terá início a campanha eleitoral. Durante um mês os candidatos deverão participar de debates em todos os campi da UFMT representados pela Adufmat-Ssind - Cuiabá, Várzea Grande, Sinop e Araguaia -, até a data da eleição, no dia 05/04.    

 

A diretoria da Seção Sindical do ANDES em Mato Grosso é composta por sete membros: presidente, vice-presidente, secretário geral, tesoureiro, diretor de assuntos de aposentadoria, diretor de imprensa/divulgação e diretor sociocultural.

 

Consulte o Regulamento da Eleição aqui.

 

ACOMPANHE O CALENDÁRIO ELEITORAL (RETIFICADO NESSA SEXTA-FEIRA, 24/02/2017):

14/02 a 24/02

Período de Inscrição de Chapas

02/03

Publicação das Chapas homologadas

02/03 e 03/03

Período para interposição de recursos e análise destes pela Comissão Eleitoral

03/03

Resultado da análise dos recursos

04/03

Publicação final das chapas deferidas

04/03 a 04/04

Período de Campanha Eleitoral

05/04

Eleição

Apuração e divulgação do resultado da eleição

06/04

Período para interposição de recursos

07/04

Resultado de interposição de recursos

Posse da nova diretoria

 

 

Luana Soutos

Assessoria de Imprensa da Adufmat-Ssind