Terça, 14 Maio 2019 20:39

Greve Nacional da Educação: confira os atos marcados para 15 de maio

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

 

Quarta-feira é dia de Greve Nacional da Educação

Confira os atos marcados para o dia 15 de maio

Acre

Rio Branco. Ato público, às 8h, em frente ao Palácio Rio Branco. Trabalhadores da educação estão participando da Greve Geral.

 

Alagoas
Maceió. Ato unificado no Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa), às 9h, no bairro do Farol. À tarde, 13:30, uma Feira de Ciências com exposição de cartazes e apresentações de projetos de pesquisa desenvolvidos dentro da universidade, será realizada no calçadão do comércio.

 

Amapá  
Macapá - 16h ato na Praça das Bandeiras.

 

Amazonas

Manaus. UFAM - Ato dos estudantes às 7h na Universidade Federal do Amazonas.

IFAM - 16h – No Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Amazonas. Avenida 7 de setembro, 1975, Centro.

UEA Às 15h participação em Ato Público na Praça 5 de setembro (Praça da Saudade). Fonte: Sind-uea

Ato unificado: Trabalhadores da Educação e estudantes farão ato público em Manaus, às 15h, na Praça do Congresso.

Bahia
Salvador - As redes estadual e municipal de Salvador e do interior, universidades federais e estaduais, rede privada, técnicos das universidades, movimento estudantil vão parar suas atividades e participar do ato às 9h, no Largo do Campo Grande, centro.

Feira de Santana - Ato Unificado Praça Tiradentes (em frente ao Instituto de Educação Gastão Guimarães), às 8h30.

Vitória da Conquista – às 8h, na Praça 9 de novembro.

Itapetinga - Manifestação Praça Dairy Valley, às 8h. Roda de conversa no Moacir Moura às 16h.

Jequié - Praça Ruy Barbosa, às 15h.

Ilhéus - 9h, Estádio Mario Pessoa.

Itabuna - 15h, "Jardim do Ó".

 

Distrito Federal
Brasília. Ato unificado: Concentração no Museu Nacional, às 10h, e marcha ao Congresso Nacional às 11h. Organizado por ampla frente com as entidades da educação.

 

Ceará
Fortaleza - Ato na Praça da Bandeira, às 8h.

 

Espírito Santo
Vitória. Ato unitário com trabalhadores, alunos e professores na Praça do Papa, às 8h30.

Na Ufes, a concentração para o ato será às 16h30, em frente ao Teatro Universitário, no campus de Goiabeiras. No mesmo horário, haverá também concentração no Instituto Federal de Educação (Ifes/Vitória), próximo à Pracinha de Jucutuquara. Durante todo o dia, haverá panfletagem na Ufes. Início da manifestação nas ruas: 17 horas. 

 

Goiás
Goiânia. Ato público, às 15h, na Praça Cívica em Goiânia. Fonte: CNTE. Antes, estudantes da UFG e IFG  convocam todos a participarem de uma assembleia às 13h na Praça Universitária e em seguida participarem de Ato Nacional em Defesa da Educação e da Universidade Pública.

 

Maranhão
São Luis. As entidades estudantis, sindicais e movimentos sociais realizam na capital maranhense dois grandes atos:  às 6h, concentração na Entrada do Campus do Bacanga da UFMA. Às 15h, Grande Ato em Defesa da Educação, na Praça Deodoro.

 

Mato Grosso
Cuiabá - Ato Público será na Praça Alencastro, às 14 horas. Mais cedo, às 6h a categoria fará mobilização nas guaritas da UFMT. 13h concentração no RU para seguir em carreata, até a Praça Alencastro.

Sinop - 15h - Ato Unificado na Praça da Bíblia e caminhada até a Praça Plínio Callegaro.

Araguaia - 09h às 11h30 - Mesa-redonda no Espaço Multiuso II - Campus do Araguaia - Barra do Garças; 14h às 18h30 - Exposição de trabalhos de Pesquisa, de Extensão e de Ensino na Praça Sebastião Júnior (ao lado do Mercado Municipal) - Barra do Garças; 20h às 22h30 - Mesa-redonda no Auditório do Campus do Araguaia - Pontal do Araguaia.

 

Mato Grosso do Sul

Campo Grande. Estão sendo organizados atos por município, por região e um estadual. Os professores da vão parar e outras categorias profissionais vão se somar à luta. Ato na rotatória do Morenão, às 9h.

 

Minas Gerais

Belo Horizonte  - Ato público na Praça da Estação, às 14h, e atos locais nos municípios. Também terá um debate sobre a reforma da previdência na UFMG.

Às 9:30, Praça da Estação – BH

Viçosa - Concentração às 07h30 nas Quatro Pilastras.

Uberlândia – 15h - Praça Ismene Mendes.

Lavras - Praça Dr. Augusto Silva, 10h.

 

Pará
Belém - Professores da UEPA e UFPA, com demais educadores e estudantes, irão participar, em conjunto com as demais categorias, de um ato público a partir das 8h, na Praça da República.

 

Paraíba

João Pessoa – 9h. Ponto de Cem Réis. 14h. Audiência Pública na Assembleia.

Sumé – 8h. Escola Agrícola da UFCG.

Campina Grande – 8h. Praça da Bandeira.

 

Paraná

Curitiba – Marcha em direção ao Centro Cívico está marcada para às 9 horas, com saída da Praça Santos Andrade, no Centro da cidade. Os docentes da UTFPR farão uma concentração própria para a manifestação a partir das 8 horas no pátio interno da Sede Centro do campus Curitiba, com partida programada para 8h30 em direção ao ato.

Ponta Grossa – Piquete na UEPG às 7h. Ato às 18h no Parque Ambiental.

Marechal Cândido Rondon – Manifestação às 17h30 na Praça Willy Barthy.

Foz do Iguaçu - 15h30 no Terminal de Transporte Urbano.

Cascavel – 9h na Catedral Nossa Senhora Aparecida.

Guarapuava - às 9h, mobilização na rua XV de novembro, com som e, às 11h, integração com a passeata de estudantes. As 19h, vigília com luzes em ambos os campi (Santa Cruz e CEDETEG), junto com estudantes; além de realização de demais atos criados em conjunto entre Estudantes + ADUNICENTRO, em ambos os campi.

Irati - às 9h, mobilização na esquina do Supermercado Gcenter, juntamente com o IFPR, estudantes e professores das escolas públicas.

Londrina - Calçadão, centro da cidade, em frente ao Banco do Brasil, a partir das 9h.

 

Pernambuco

Recife – 8h no portão de entrada do CEGOE da UFRPE.

15h Ginásio Pernambucano com passeata até a Praça do Carmo.

Garanhuns - 8h - Ato Unificado - Adupe e demais sindicatos e entidades; Local: Praça da Fonte Luminosa.

Petrolina - 8:30h – Grande ato da Greve Nacional da Educação. Local: Praça do Bambuzinho.

 

Piauí

Teresina – 8h. Caminhada do INSS até o Palácio de Karnak.

 

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – 12h. Praça XV.

Rio de Janeiro - 15h. Candelária.

Niterói – 10h. Praça Arariboia.

Volta Redonda – 10h. Praça da Prefeitura. 16h na Praça Brasil.

Macaé – 9h. Praça Veríssimo de Melo.

Campos dos Goytacazes – 10h. Pelourinho. 15h. Tenda da UFF.

Angra dos Reis – 10h. Praça do Papão.

 

 

Rio Grande do Norte

Natal – 15h. Em frente ao Shopping Midwei.

Mossoró – 6h30. Mobilizações na UERN e IFRN. 8h. Ato na UFERSA.

 

Rio Grande do Sul

Porto Alegre - 13h30min - Concentração em Frente à Faced (Quarteirão da Reitoria da UFRGS). Após a concentração, temos uma sequência programada de ações:

1) Abraço à Faculdade de Educação da UFRGS

2) Abraço ao IE - Instituto Estadual de Educação General Flores da Cunha (Av. Osvaldo Aranha, 527)

3) Caminha com panfletagem até o centro de Porto Alegre, passando pelos campi centro da UFRGS, UFCSPA e IFRS PoA (R. Cel. Vicente, 281).

4) Ato em frente ao INSS no Centro (Tv. Mário Cinco Paus, 20, esquina com a Uruguai).

Osório – 7h40 – Em frente ao IFRS.

Palmeira das Missões – 13h30 – Saída do campus da UFSM até o Largo Westfalen.

Frederico Westphalen – 14h – Praça da Matriz.

Santa Maria – 16h – Praça Saldanha Marinho.

Pelotas – 14h no Mercado Central. 16h Caminhada até o IF Sul.

Rio Grande – 17h15. Largo Dr Pio.

 

Rondônia

Porto Velho – 9h. Sede do Sintero.

 

Roraima

Boa Vista – 14h. Caminhada da UFRR até o Centro Cívico.

 

Santa Catarina

Florianópolis – 7h. Panfletagem na UFSC. 15h. Largo da Catedral.

Chapecó – 18h. Praça Coronel Bertaso.

Camboriú – 12h. Na rótula entre as ruas Joaquim Garcia, Gustavo Richard e Avenida Santa Catarina.

 

São Paulo

São Paulo – 14h. Encontro na Praça do Ciclista. Ato na avenida Paulista. Docentes da Unicamp, Unesp, Unifesp e da UFABC também se somam com ônibus saindo das cidades.

São José dos Campos – 9h. Praça Alfonso Pena.

Diadema – 10h. Igreja da Matriz.

Osasco – 9h30. EPPEN.

São Carlos – 9h. Praça Coronel Salles.

 

Sergipe

Aracaju – 14h. Praça General Valadão.

 

Tocantins

Palmas – 16h. Passarela de Taquaralto.

 

Fonte: ANDES-SN (com edição da Adufmat-Ssind)

Ler 42 vezes